Auxílio Brasil de R$ 800 para quem arrumar emprego? Entenda proposta

Atualmente, o benefício paga parcelas mensais de R$ 600 para quem cumpre com os requisitos. Veja o que se sabe sobre o Auxílio Brasil de R$ 800.

Muitas propostas têm sido apresentadas por candidatos à presidência da república, principalmente no intuito de aumentar o Auxílio Brasil. Umas das expectativas é de que o programa pague R$ 800 para determinado grupo de pessoas. Atualmente, mais de 20 milhões de beneficiários recebem os recursos mensalmente.

Lembrando que o Auxílio Brasil é um programa de transferência de renda, criado em substituição ao Bolsa Família no final de 2021. No momento, o benefício está pagando R$ 600 aos inscritos.

A medida é temporária, e a previsão é que esse valor seja pago até o fim do mês de dezembro de 2022. Assim, a partir de janeiro do próximo ano, os valores de R$ 400 podem retornar.

Auxílio Brasil de R$ 800 para quem arrumar emprego

Nesta semana, a propaganda eleitoral gratuita do presidente Jair Bolsonaro (PL), e atual candidato a reeleição, exibiu proposta de incremento de R$ 200 aos beneficiários do Auxílio Brasil que conseguirem retornar ao mercado de trabalho. Assim, um Auxílio Brasil de R$ 800 poderia ser pago.

Atualmente, o programa prevê a emancipação dos beneficiários que conseguirem trabalhos e a renda familiar superar o valor de R$ 525 por mês. A propaganda divulgada recentemente anuncia que os mais de R$ 20 milhões de brasileiros, que recebem o benefício, poderão juntá-lo ao salário.

Outra proposta prevê bônus de R$ 150

O candidato à presidência pelo PT, Lula, quer manter o valor de R$ 600 do Auxílio Brasil, e adicionar R$ 150 por criança com idade entre 0 e 6 anos. Isso quer dizer que as famílias poderão receber parcelas de, no mínimo, R$ 750, caso possuam ao menos uma criança dentro da composição familiar.

O valor acrescido deve beneficiar quase 9 milhões de crianças, com idade entre zero e seis anos, inscritas no programa social do governo. Outra alteração informada pelo candidato é em relação ao nome do programa, que deve voltar a ser o Bolsa Família.

As medidas foram divulgadas pelo WhatsApp e outras redes sociais oficiais do candidato no final de agosto de 2022. Segundo a pasta responsável pela campanha, a ideia é reduzir a disparidade de renda por pessoa.

Atualmente, todas as famílias participantes do programa recebem o mesmo valor mensal. Dessa maneira, as famílias com mais membros acabam com uma quantia proporcionalmente menor.

Com o adicional de R$ 150, inscritos com crianças de até seis anos poderão receber a mais para o sustento delas. Conforme a proposta, as parcelas devem ser cumulativas por criança. Não foi informado se haverá um limite, como no caso de outros benefícios complementares do Auxílio Brasil.

Atualmente, quem tem direito ao Auxílio Brasil?

Auxílio Brasil, Auxílio Brasil valor, Auxílio Brasil de R$ 600
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

O Auxílio Brasil de R$ 600 é repassado por quem tem inscrição regular no CadÚnico e está em uma das situações abaixo:

  • Família em estado de pobreza;
  • Família em estado de extrema pobreza;
  • Família em situação de emancipação.

Para o segundo semestre deste ano, o governo federal autorizou um aumento de R$ 200 nas parcelas do programa. Dessa forma, o valor mensal do benefício saltou de R$ 400 para R$ 600. Contudo, o aval foi firmado apenas até o mês de dezembro, podendo retornar aos R$ 400 a partir de janeiro de 2023.

A próxima rodada está prevista para ser paga no mês de setembro. O cronograma, até o momento, segue a regra de repasse nos últimos 10 dias úteis do mês. Não houve nenhuma informação sobre antecipação dos pagamentos em setembro.

Para realizar os repasses, o programa escalona os beneficiários pelo dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Assim, os novos pagamentos devem ser liberados da seguinte maneira:

  • NIS de final 1: 19 de setembro de 2022;
  • NIS de final 2: 20 de setembro de 2022;
  • NIS de final 3: 21 de setembro de 2022;
  • NIS de final 4: 22 de setembro de 2022;
  • NIS de final 5: 23 de setembro de 2022;
  • NIS de final 6: 26 de setembro de 2022;
  • NIS de final 7: 27 de setembro de 2022;
  • NIS de final 8: 28 de setembro de 2022;
  • NIS de final 9: 29 de setembro de 2022;
  • NIS de final 0: 30 de setembro de 2022.

Leia também


você pode gostar também

Desconto no IPVA será liberado para ESTES carros

Carros elétricos e híbridos terão descontos no IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). Saiba os detalhes.

Inscritos no Auxílio Brasil podem acumular R$ 1,2 MIL em benefícios

Os beneficiários do Auxílio Brasil podem acumular benefícios complementares, sendo que o valor pode chegar a R$ 1.220. Saiba os detalhes.

Próximo abono PIS já tem regras definidas; veja quem deverá receber

O abono PIS/Pasep de 2021 está previsto para ser pago somente em 2023, mas as regras para o recebimento do benefício trabalhista foram fixadas pelo Ministério do Trabalho.

Auxílio de R$ 800 será liberado no calendário de outubro? Veja o que se sabe

Hoje, o benefício paga parcelas mensais de R$ 600 para quem cumpre com os requisitos. Veja o que se sabe sobre o Auxílio Brasil de R$ 800.

Outubro terá NOVO saque FGTS com valores que podem superar R$ 3,9 MIL

Trabalhadores formais poderão fazer saque FGTS de até 50% do saldo no mês de outubro. Os valores devem ser solicitados por aplicativo.

Quem pode pedir a bolada do Abono PIS/Pasep retroativo?

Trabalhadores podem ter direito a sacar bolada do abono PIS/Pasep retroativo. Veja como fazer a consulta dos valores.