Auxílio-inclusão de R$ 606: veja regras, quem recebe e como pedir

Auxílio-inclusão de R$ 606 é destinado às pessoas com deficiência (PcD) que vivam em situação de baixa renda. Saiba os detalhes.

O Auxílio-inclusão de R$ 606 é gerenciado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e pago por meio da Caixa Econômica Federal. Ele se destina às pessoas com deficiência (PcD) que vivem em situação de baixa renda, desde que tenham ingressado no mercado formal de emprego.

continua depois da publicidade

O benefício começou a ser pago por iniciativa do Governo Federal em parceria com o Ministério da Cidadania, com objetivo de incentivar a autonomia desse público.

Previsto na Lei Brasileira de Inclusão, e regulamentado pela Lei nº 14.176/2021, o auxílio-inclusão realiza o pagamento de meio salário mínimo mensalmente (parcela de R$ 606 em 2022).

Esse valor é calculado de maneira equivalente ao subsídio necessário para que essas pessoas possam permanecer atuando de maneira ativa no mercado de trabalho.

continua depois da publicidade

Auxílio-inclusão de R$ 606: quais as regras?

auxílio-inclusão, quem recebe auxílio-inclusão
Veja quem recebe. Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

Vigente no país desde outubro de 2021, esse benefício visa estimular pessoas com deficiência a se manterem no mercado de trabalho, no sentido de garantir autonomia financeira.

Para acessar o referido benefício social, é preciso que o solicitante tenha entrado no mercado de trabalho e esteja em um dos seguintes grupos:

  • Possuir o BPC ativo; ou
  • Possuir o BPC suspenso ou cessado há no máximo cinco anos imediatamente anteriores ao início no trabalho;
  • Possuir o BPC suspenso em razão de ingresso no mercado de trabalho.

As pessoas ativas profissionalmente só terão acesso ao benefício se estiverem recebendo remuneração de até dois salários mínimos (R$ 2.424 em 2022) e, enquanto estiverem empregadas, o valor será pago com o salário.

continua depois da publicidade

Os requisitos básicos para que a pessoa, que possui alguma deficiência, possa receber o auxílio-inclusão são:

  • Inscrição no Cadastro Único dos programas sociais do Governo Federal, desde que tenha dados atualizados junto ao sistema;
  • Não ter o seu CPF irregular ou com nome sujo;
  • Se enquadrar nas condições do BPC, inclusive quanto à renda familiar, onde não será considerado o valor do benefício e remuneração do beneficiário.

Auxílio-inclusão de R$ 606: como solicitar o benefício?

O primeiro passo para ter acesso a esses pagamentos é comprovar, por meio de laudo médico, a situação da deficiência, além de ter inscrição no Regime Geral de Previdência Social, na previdência municipal ou previdência estadual.

continua depois da publicidade

A partir disso, será possível solicitar a inscrição no auxílio-inclusão em qualquer um dos canais de atendimento do INSS, seja via internet, por meio do aplicativo, canal de atendimento por telefone ou posto presencial do instituto.

Caso opte pela opção por telefone, basta entrar em contato com a central no 135, sendo uma ligação gratuita, será preciso apenas informar o CPF e outras informações de cadastro para confirmar a identidade e solicitar ao atendente a inscrição no auxílio-inclusão.

Para realizar o atendimento pelo aplicativo, disponível para celular Android e iOS, é necessário fazer um login na plataforma e abrir um novo pedido, digitando qual o serviço ou benefício deseja consultar.

Independentemente da maneira como o pedido do auxílio-inclusão de R$ 606 for feito, o INSS terá o prazo de até 30 dias para poder responder o pedido. O acompanhamento deve ser feito nas mesmas plataformas de solicitação.

Recentemente, deputados aprovaram novas regras para perícias e outros serviços do INSS para reduzir filas. Acompanhe no vídeo a seguir:

YouTube video

Leia também

você pode gostar também

Calendário INSS: veja quem recebe aposentadoria e 13° salário hoje

Aposentados e pensionistas do INSS recebem valores nesta segunda-feira (5/06) referente ao mês-base de maio. Veja o calendário completo.

Auxílio de R$ 1,1 mil pode ser pago em junho; Veja quem recebe

Neste mês de junho, os benefícios extras somados à parcela mínima de R$ 600 do Bolsa Família e o Auxílio Gás podem pagar R$ 1,1 mil para alguns núcleos familiares.

Meu INSS+: Clube de vantagens oferece descontos a beneficiários do INSS

Novo recurso proporciona carteira virtual e clube de vantagens exclusivo para aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS; veja como ter acesso a seguir.

Próxima rodada do Bolsa Família já tem data; veja calendário de junho

Estão confirmados pagamentos para 21 milhões de residências e valor adicional para alguns grupos. Confira o calendário do próximo Bolsa Família para junho.

Quem tem direito ao Auxílio-acidente e como solicitar?

O auxílio-acidente é um direito de uma parcela específica dos trabalhadores segurados do INSS. Saiba quem pode receber e como solicitar.

Conheça 7 maneiras de consultar o número do PIS pelo CPF

O número do PIS pode ser consultado de forma simples e rápida pelo CPF. Conheça hoje 7 formas de realizar o procedimento.