É oficial: 4 novos benefícios serão pagos neste mês; parcelas de até R$ 2 MIL

A aprovação da PEC Kamikaze estabelece a criação de dois novos benefícios, e também a ampliação dos pagamentos do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás a partir do mês de agosto.

Com a aprovação da PEC Kamikaze no Congresso Nacional durante o mês de julho, os programas sociais Auxilio Brasil e Auxílio Gás terão os valores atualizados. Além disso, as transferências do Auxílio Gasolina para taxistas e do Pix Caminhoneiro para os motoristas autônomos terá início, mas cada benefício segue um conjunto de regras de elegibilidade e ordem de prioridade específicas.

Neste sentido, a proposta da PEC Kamikaze, também conhecida como PEC dos Auxílios, é auxiliar os brasileiros durante o estado de emergência no país, em decorrência da alta da inflação e crise do petróleo. No entanto, a previsão é que as medidas sejam válidas somente até o final deste ano.

Como irá funcionar o Auxílio Brasil em agosto?

No geral, a principal mudança prevista para o benefício refere-se ao ticket médio, que passa de R$ 400 para R$ 600. Sendo assim, os critérios de elegibilidade seguem inalterados, são eles:

  • Ter cadastro regular e atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Ser considerado uma família em situação de extrema pobreza, possuindo renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105;
  • Ser considerado uma família em situação de pobreza, possuindo renda familiar per capita mensal está entre R$ 105,01 e R$ 210;
  • Ser considerado uma família em regra de emancipação, possuindo renda familiar mensal per capita de, no mínimo, R$ 252 por pessoa.

Em agosto, o Governo Federal antecipou o calendário de pagamentos em 11 dias. Portanto, a previsão para os pagamentos do Auxílio Brasil ficou estabelecida dessa forma:

Número final do benefícioData de pagamento
109 de agosto
210 de agosto
311 de agosto
412 de agosto
515 de agosto
616 de agosto
717 de agosto
818 de agosto
919 de agosto
022 de agosto

Como irá funcionar o Auxílio Gás em agosto?

Em primeiro lugar, o Auxílio Gás segue o mesmo calendário de pagamentos do Auxílio Brasil, mas as transferências são realizadas a cada dois meses. Além disso, o programa possui um conjunto de regras de elegibilidade específica, confira a seguir:

  • Ter cadastro atualizado e regular no CadÚnico;
  • Possuir uma renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa;
  • Ter um membro da família inscrito no Benefício de Prestação Continuada, mesmo sem cadastro no CadÚnico.

Com a aprovação da PEC Kamikaze, o ticket cobrirá o preço do gás de cozinha. Os valores dependem do levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em agosto, o Auxílio Gás será de R$ 110.

Como irá funcionar o Pix Caminhoneiro?

O BEm Caminhoneiro (Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga), conhecido popularmente como Pix Caminhoneiro, prevê o pagamento de R$ 1 mil mensais para os caminhoneiros autônomos. Desse modo, consiste numa ajuda financeira para os trabalhadores, atingidos pela alta dos preços do petróleo e dos produtos derivados.

Neste sentido, será fundamental possuir um cadastro atualizado no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTR-C) até 31 de maio. Além disso, é fundamental que a inscrição esteja ativa para que o auxílio seja transferido, assim como a situação da CNH e do CPF.

Os pagamentos serão realizados pelo Ministério da Infraestrutura, que irá repassar ao Ministério do Trabalho e Previdência uma relação dos caminhoneiros com cadastro ativo no RNTR-C. Posteriormente, o calendário de pagamentos irá seguir o sistema de envio dessas informações.

Porém, a previsão é que o primeiro mês inclua uma transferência de duas parcelas de R$ 1 mil, totalizando R$ 2 mil aos trabalhadores. Segundo informações do Governo Federal, os valores iniciais serão pagos até 9 de agosto.

E o Auxílio Taxista?

Por fim, o Auxílio Gasolina, também conhecido como Auxílio Taxista e Vale-táxi, irá efetuar o pagamento das primeiras parcelas em duas parcelas, referentes ao mês de julho em agosto. No entanto, o primeiro pagamento será efetuado somente no dia 16, com o valor máximo de R$ 2 mil.

No entanto, o Auxílio Taxista não possui valor fixo, pois varia de acordo com o número de profissionais cadastrados em cada prefeitura. Porém, cada parcela do benefício tem o valor de até R$ 1 mil.

Poderão receber os pagamentos todos os motoristas de táxi que estejam devidamente registrados nas prefeituras dentro dessa profissão até o dia 31 de maio. Sendo assim, o envio será realizado pelo próprio município, sem necessidade de ação por parte dos motoristas.

Entretanto, os condutores poderão entrar em contato com a prefeitura de sua região para consultar o envio das informações e a previsão para recebimento do pagamento. No entanto, aqueles que não receberem as primeiras parcelas no dia 16 de agosto poderão ser incluídos no pagamento no dia 30 de agosto.

Leia também

você pode gostar também

Consulta do abono PIS/Pasep 2021 será feita pelo CPF; veja como verificar

Para fazer a consulta com CPF, só é possível acessar o site do Meu INSS ou da Caixa. Serviço também está disponível por aplicativos.

Auxílio Gás de R$ 110 ainda terá 9 saques em agosto; veja datas

Cerca de 5,4 milhões de pessoas serão beneficiadas pelo Auxílio Gás de R$ 110 ao longo do mês de agosto. Veja quem.

Auxílio Brasil de R$ 600: nova rodada é liberada hoje; veja quem recebe

Novo grupo deve receber os repasses do Auxílio Brasil de R$ 600 nesta quarta-feira (10/08). Saiba como consultar os pagamentos.

Calendário Auxílio de R$ 710 está em andamento; veja quem recebe o valor

Milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade podem receber o auxílio de R$ 710. Os pagamentos serão feitos entre 09 e 22 de agosto.

Calendário CadÚnico: veja quem deve atualizar cadastro nesta semana

O calendário CadÚnico para quem foi convocado a realizar a averiguação cadastral em 2022 se encerra no dia 12 de agosto.

Abono PIS/Pasep terá novo valor das parcelas em 2023; veja a previsão

Com o reajuste do salário mínimo vigente no país, os pagamentos referentes ao abono salarial dos anos-base 2021 e 2022 poderão ser modificados aos trabalhadores brasileiros.