Com o avanço do 14º salário INSS, quando o abono de R$ 2,4 mil será pago?

A proposta do 14º salário do INSS foi elaborada inicialmente pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) após solicitações dos próprios aposentados e pensionistas.

Recentemente, o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) realizou o pagamento do 13º salário para aposentados e pensionistas. O calendário foi antecipado como uma forma de garantir apoio aos segurados e movimentar a economia brasileira. Com o fim dos pagamentos, cresceu a expectativa para a aprovação do 14º salário do INSS.

O abono extra, como também é comumente chamado, estava há meses parado na Câmara dos Deputados. Antes, a proposta havia sido aprovada nas duas primeiras comissões da Casa Legislativa: Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) e pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT).

Agora, o 14º salário do INSS também recebeu parecer favorável da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). O PL 4367/20, dessa forma, poderia ser deliberado ao longo dos próximos dias. Isso acabou não acontecendo porque o abono extra terá que passar por uma comissão especial antes de qualquer coisa, conforme o que ficou decidido.

O que isso quer dizer? Que a proposta pode demorar um pouco mais para ser aprovada e ficar até mesmo para 2023, mesmo que os segurados estivessem esperando os pagamentos para ainda este ano de 2022. No entanto, caso o abono extra seja aprovado na comissão especial, somente sobrará as votações no Senado antes da sanção.

Lembrando que a decisão ficará a cargo do presidente Jair Bolsonaro a partir do momento em que todas as etapas foram consolidadas e devidamente aprovadas. Se ele vetar o texto em sua integralidade, as Casas Legislativas ainda poderão derrubar a decisão do presidente e levar o 14º salário do INSS adiante.

14º salário INSS: o que se sabe até então

A proposta do 14º salário do INSS foi elaborada inicialmente pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) após solicitações dos próprios aposentados e pensionistas. Com isso, o objetivo é fornecer um pagamento extra aos segurados para além do 13º salário que já é pago anualmente.

Os beneficiários, caso a proposta seja aprovada, poderão receber o montante de dois salários mínimos que estiverem vigentes na época dos repasses. Se o 14º salário do INSS fosse pago neste ano, por exemplo, os aposentados e pensionistas receberiam cerca de R$ 2.424.

Os valores, é claro, deverão variar conforme os repasses recebidos anualmente pelos segurados. Aqueles que recebem até um salário mínimo terão direito à mesma faixa de valor. De qualquer maneira, independentemente do contexto, o abono extra não será superior a dois salários mínimos.

Lembrando que a proposta do abono extra não será permanente. Os pagamentos, conforme o projeto, serão pagos em dois anos consecutivos. Se fosse aprovada por agora, o 14º salário do INSS seria concedida em 2022 e 2023. Ao todo, cerca de 31 milhões de pessoas podem ser beneficiadas com os recursos extras do INSS.

Leia também

você pode gostar também

Auxílio Caminhoneiro de R$ 2 mil é pago nesta terça; veja regras do benefício

Milhares de transportadores de carga deverão ser beneficiados com o Auxílio Caminhoneiro de R$ 2 mil. Veja como será o pagamento.

PIS/Pasep têm R$ 24,6 bi esquecidos em 2022; veja quem pode fazer o saque

Os valores acumulados estão disponíveis aos profissionais que trabalharam durante período de vigência do Fundo PIS/Pasep.

13º salário do BPC de R$ 2,4 mil será uma realidade em 2022? Conheça projeto

Caso aprovado, o Projeto de Lei em tramitação no Senado Federal irá incluir o pagamento de uma parcela extra do Benefício de Prestação Continuada durante o mês de dezembro.

Auxílio Gás de R$ 110 é liberado; veja quem recebe o valor nesta semana

Auxílio Gás vai repassar, nos meses de agosto, outubro e dezembro, 100% do valor médio do botijão de gás às famílias beneficiadas.

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago; veja calendário e quem recebe

Segundo o governo, Auxílio Brasil de R$ 600 deverá ser repassado para mais de 20 milhões de inscritos. Repasses foram divididos conforme NIS.

Auxílio Brasil de R$ 600 será pago a 20,2 milhões de pessoas; quem recebe o valor?

Pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600 devem começar no dia 09 de agosto. Reajuste do valor será temporário.