Novo benefício do INSS começa a ser pago nesta semana; quem recebe?

Aposentados e pensionistas devem receber novo benefício do INSS em valores a partir de R$ 1.212 neste mês. Confira o calendário.

Segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber as aposentadorias do mês de junho nesta sexta-feira (24/06). Cerca de 36 milhões de pessoas devem receber o novo benefício do INSS até dia 07 de julho. Dessas, 60% têm direito a um salário mínimo (R$ 1.212).

De acordo com a lei, esse é o menor valor pago para aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte. Os demais segurados  contam com quantias superiores ao piso nacional, que podem ser de até R$ 7.087,22, que é o teto dos repasses.

Novo benefício do INSS: veja o calendário

Para organizar os depósitos, o Instituto definiu dois calendários que levam em consideração a faixa de pagamentos e escalonam os aposentados pelo número final do benefício do INSS. Confira quando você receberá o novo benefício do INSS:

Para quem recebe R$ 1.212

  • Final 1: 24 de junho de 2022;
  • Final 2: 27 de junho de 2022;
  • Final 3: 28 de junho de 2022;
  • Final 4: 29 de junho de 2022;
  • Final 5: 30 de junho de 2022;
  • Final 6: 01 de julho de 2022;
  • Final 7: 04 de julho de 2022;
  • Final 8: 05 de julho de 2022;
  • Final 9: 06 de julho de 2022;
  • Final 0: 07 de julho de 2022.

Para quem recebe acima de R$ 1.212

  • Final 1 e 6: 01 de julho de 2022;
  • Final 2 e 7: 04 de julho de 2022;
  • Final 3 e 8: 05 de julho de 2022;
  • Final 4 e 9: 06 de julho de 2022;
  • Final 5 e 0: 07 de julho de 2022.

Revisão da aposentadoria acontecerá em julho

O INSS informou que o pagamento do reajuste para quem ganhou a revisão da aposentadoria está previsto para julho deste ano. De acordo com o órgão, os segurados que têm direito a mais de 60 salários mínimos receberão por meio de precatórios. Os demais terão os repasses em forma de Requisições de Pequeno Valor (RPVs).

Segundo o Conselho da Justiça Federal (CJF), devem ser liberados R$ 25,4 bilhões. Esse reajuste é para quem não teve alguma contribuição contabilizada ao se aposentar. Para obter o pagamento, é importante consultar um advogado especialista na área. Assim é possível garantir que não haverá nenhuma perda nos valores.

Leia também

você pode gostar também