14° salário do INSS será pago em 2022? Veja o que se sabe

O pagamento do 14° salário do INSS deve ser realizado em duas parcelas, relativas a 2020 e 2021. Para isso, a proposta precisa ser aprovada e sancionada.

O Projeto de Lei n° 4367/2020 que prevê a criação de um 14° salário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ainda está tramitando na Câmara dos Deputados. Em audiência na Casa Legislativa, no final de maio, várias entidades fizeram pressão pela aprovação do texto.

Leia também

Sindicalistas e ativistas se posicionaram a favor do abono que visa auxiliar aposentados e pensionistas que tiveram o 13° adiantado. Na ocasião, os deputados chegaram a dar parecer favorável à proposta. Contudo, o relatório foi devolvido para que o relator, deputado Ricardo Silva, fizesse uma reanálise.

Nesta quarta-feira, o documento chegou às mãos da Mesa Diretora para inclusão da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa na votação do PL. Até agora, o 14° salário do INSS foi aprovado apenas por duas das três comissões que compõem o despacho da proposta.

14° salário do INSS: quem poderá receber

O projeto determina a criação de um pagamento extra para aposentados e pensionistas que tiveram o 13° antecipado nos anos de 2020 e 2021. Esse adiantamento foi realizado para ajudar os segurados a arcar com seus compromissos financeiros durante a pandemia de COVID-19.

No entanto, isso acabou fazendo com que muitos ficassem sem recursos no final desses dois anos. Sendo assim, a ideia era criar um 14° salário do INSS para aqueles que recebem algum benefício que já tenha direito ao 13°. São os seguintes repasses:

Depósitos como o BPC que não possuem 13° nem requerem a condição de contribuinte ficaram de fora da lista. Originalmente, o benefício deveria ser pago nos respectivos anos propostos, mas a proposta não foi aprovada em tempo hábil. Agora, os parlamentares voltaram a analisar o PL para fazer um pagamento retroativo em 2022 e 2023.

O 14° salário do INSS já foi aprovado pelas comissões de Seguridade Social e Família (CSSF) e Finanças e Tributação (CFT). Ainda precisa receber o aval da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), que está pedindo a inclusão de mais um grupo de votantes. Portanto, ainda não há previsão de quando os depósitos serão feitos.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio-inclusão de R$ 606 passa a ter novas regras; veja quem pode pedir

Portaria autorizou a adição de mais pessoas no auxílio-inclusão de R$ 606. Confira quem poderá ser beneficiado com o repasse.

Quem tem depressão pode receber o auxílio-doença em 2022? Veja regras

Segurados do INSS que precisarem ser afastados do trabalho temporariamente em razão de doença têm direito ao auxílio-doença.

Auxílio Brasil de R$ 600: veja calendário com últimos lotes de agosto

Auxílio Brasil de R$ 600 foi antecipado no mês de agosto. Por isso, os repasses já estão próximos do fim. Confira quem ainda recebe.

Empréstimo Auxílio Brasil: 17 bancos vão oferecer crédito; veja prazo para pedir

Milhões de pessoas poderão solicitar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil. Diversas instituições financeiras já estão inscritas para oferecer o crédito.

Auxílio-doença do INSS 2022: veja valor e como solicitar o benefício

O benefício pode ser solicitado pelo site, através do aplicativo do Meu INSS ou diretamente pelo telefone, após avaliação médica e social com profissionais do instituto.

Quem pode obter inscrição no CadÚnico? Veja regras atualizadas

Famílias de baixa renda que ganham até meio salário mínimo por pessoa ou até 3 salários mínimos de renda mensal total devem estar inscritas no projeto.