Quem tem direito ao abono PIS/Pasep atrasado de até R$ 1,1 mil?

Os trabalhadores que atuaram de carteira assinada em 2019, e não retiraram o abono PIS/Pasep, tem nova chance de realizar o saque.

O Ministério do Trabalho e Previdência informou que existem cerca de R$ 200 milhões do abono PIS/Pasep para serem retirados, referentes ao valor atrasado do ano-base de 2019. Conforme a pasta, 320 mil trabalhadores ainda não realizaram o saque.

A liberação dos valores atrasados foi iniciada neste mês de fevereiro, e o procedimento pode ser feito pelos trabalhadores até 29 de dezembro de 2022. Aqueles que não realizarem o saque do dinheiro no prazo informado terão que esperar o próximo ano para solicitar o pagamento.

É importante ressaltar que o teto do benefício de 2019 é de R$ 1.100, seguindo o salário mínimo vigente à época.

Abono PIS/Pasep atrasado de R$ 1,1 mil

Para receber os valores, o cidadão precisa ter atuado no ano de 2019 e não ter realizado o saque na época certa. Os requisitos para reaver os valores do PIS/Pasep atrasado são os seguintes:

  • Registro junto à RAIS ou no e-Social;
  • Cadastro no Pasep ou PIS há pelo menos cinco anos;
  • Ter trabalhado no ano-base de 2019 pelo menos no período de 30 dias;
  • Ter recebido até dois salários mínimos mensais no referido ano-base.

Abono PIS/Pasep atrasado: como solicitar?

Quem deseja realizar o regaste dos valores precisa comparecer a uma unidade do Ministério do Trabalho e Previdência regional, solicitar um recurso administrativo e apresentar documento de identidade.

Há outras maneiras, no entanto, de fazer o saque do abono PIS/Pasep atrasado sem sair de casa:

Solicitação por telefone

  1. Ligue para central Alô Trabalhador no número 158;
  2. Depois, informe os dados pessoais solicitados pelo atendente;
  3. Por fim, solicitar depósito dos valores correspondentes.

Solicitação pela internet

  • Mande e-mail para o órgão do seu estado para o endereço eletrônico trabalho.uf@economia.gov.br (troque “uf” pela sigla do seu estado) fazendo a solicitação; ou
  • Solicite pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS. Após acessar, será necessário ir à parte de benefícios e verificar a elegibilidade para o pagamento.

O abono atrasado PIS/Pasep de 2019 não possui relação com os repasses realizados neste ano de 2022. O abono liberado recentemente corresponde ao ano-base de 2020, que havia sido adiado pelo governo.

Leia também

você pode gostar também