Auxílio emergencial terá parcelas neste mês; saiba quem recebe

Parcelas do auxílio emergencial serão pagas no último dia de novembro para quem contestou a recusa do governo. Saiba mais.

Apesar do encerramento ter sido decretado, o auxílio emergencial terá parcelas neste mês. Os valores serão pagos aos beneficiários que contestarem, até 30 de novembro, a negativa do governo em realizar os repasses. O dinheiro, inclusive, também será pago no último dia de novembro.

Vale lembrar que os valores do auxílio emergencial continuam os mesmos: R$ 375 para mães solteiras chefes de famílias, R$ 150 para quem mora sozinho e R$ 250 para os demais beneficiários. Ao todo, em 2021, foram pagas sete parcelas do benefício.

Auxílio emergencial como contestar

Caso não tenha recebido o auxílio emergencial, ainda é possível fazer a contestação para tentar receber o dinheiro até o dia 30 de novembro. Lembrando que nem todo motivo é passível de contestação. É necessário atender aos critérios associados ao pagamento do auxílio emergencial em 2021.

Saiba como contestar o benefício negado:

  • Acesse o site da Dataprev dedicado ao auxílio emergencial;
  • Em seguida, faça o login com os dados;
  • Depois de entrar, haverá uma informação sobre a negativa do pagamento do benefício;
  • Leia de forma atenta sobre os motivos da recusa;
  • Corrija os possíveis dados antes de contestar;
  • Em seguida, clique em “solicitar contestação”;
  • Depois, confirme sua intenção;
  • Pronto. O governo fará uma nova análise do seu caso.

Como movimentar o dinheiro do auxílio emergencial

Os depósitos são feitos por meio de contas sociais digitais. Por isso, o dinheiro do auxílio emergencial pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem (disponível para iOS e Android).

Se a pessoa optar pelo saque em espécie, é possível obter o recurso nos locais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal e também nas Lotéricas. Nesse último caso, é preciso levar um documento de identidade.

Ao mesmo tempo, é válido lembrar que o aplicativo Caixa Tem permite que o dinheiro do auxílio emergencial seja utilizado para pagar contas e fazer compras em lojas, supermercados e farmácias. Além disso, o dinheiro pode ser transferido para outra conta e é possível gerar um cartão virtual de débito.

Leia também

você pode gostar também