Quando devo atualizar minha inscrição no CadÚnico? Saiba como funciona

O governo usa o CadÚnico para identificar as famílias brasileiras que podem receber benefícios em programas sociais. Saiba como atualizar o cadastro.

O Cadastro Único (CadÚnico) é um registro de informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda (meio salário mínimo por pessoa ou 3 salários mínimos de renda mensal total). Ou seja, em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Esse registro é usado pelo Governo Federal, estados e municípios para criar políticas públicas que sejam eficazes na promoção da qualidade de vida dessas famílias. As melhorias são realizadas por meio do acesso a benefícios e programas sociais do governo e, por isso, é fundamental manter os dados cadastrais atualizados.

A atualização da inscrição no CadÚnico deve ser realizada de forma imediata, quando houver alguma mudança:

  • Mudança de endereço ou de telefone;
  • Alteração na renda mensal familiar; e
  • Alteração no estado civil, no nascimento, adoção ou falecimento de algum membro da família.

Sem ser nesses casos supracitados, as famílias tem a responsabilidade de atualizar sua inscrição no CadÚnico a cada dois anos, no máximo. Esse processo de retificação das informações cadastrais no CadÚnico pode ser realizado num Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

Outra possibilidade é de comparecer em postos de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família.

E se não houver atualização?

De acordo com o Ministério da Cidadania, a não atualização da inscrição no CadÚnico leva a exclusão do registro da família depois de quatro anos. Lembrando que o cadastro nessa base de dados será a porta de entrada para o Auxílio Brasil, que poderá substituir o Bolsa Família.

Ao longo dos anos, o governo realiza uma revisão dos dados cadastrais e entra em contato com as famílias que estejam com suas informações desatualizadas, no sentido de garantir que elas regularizem as inscrições.

​Programas e benefícios que usam o CadÚnico

  • ​​Programa Bolsa Família;
  • Programa Casa Verde Amarela;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais