Pluralia tantum: conheça 14 palavras que só existem no plural

Acompanhe a nossa matéria e fique por dentro do assunto para aperfeiçoar o conhecimento na Língua Portuguesa.

Você já percebeu que existem algumas palavras que somente são empregadas no plural? O "fenômeno" da Língua Portuguesa é conhecido como pluraria tantum, considerando a expressão em latim. Existem algumas regras gramaticais relacionadas a estas palavras.

continua depois da publicidade

Por exemplo: palavras que terminam em -s somente aceitam a variação -es se forem acentuadas na última sílaba. Caso contrário, não apresentam mudanças em suas composições lexicais. Mas, em termos gerais, vamos dizer que o fenômeno é um mistério.

Em grande parte dos casos, simplesmente é assim. E isso pode ter ocorrido tanto de maneira acidental ou superficial. São exceções à regra que partiram de um contexto específico no passado que acabou reverberando no atualidade, apesar de não encontrarmos a origem para tal.

Inclusive, algumas palavras com forma apenas no plural podem aceitar artigos no singular, dependendo do contexto. Um exemplo clássico diz respeito à palavra "ônibus", já que podemos nos referir ao meio de transporte tanto no singular - o ônibus - como no plural - os ônibus.

continua depois da publicidade
Leia também

Agora, você não encontra a mesma lógica para o termo óculos, por exemplo. Não é correto dizer ou escrever "o ônibus". As regras normativas apenas aceitam "os óculos" como a maneira certa para se referir ao objeto, mesmo que falemos sobre apenas uma unidade.

E isso também é relativo e depende de palavra para palavra, de contexto para contexto. Ficou curiosidade para conhecer algumas palavras que fazem parte do pluraria tantum? Acompanhe a nossa matéria e fique por dentro do assunto para aperfeiçoar o conhecimento na língua.

continua depois da publicidade

Palavras que só têm forma no plural

A Língua Portuguesa é bastante complexa, até mais do que outros idiomas. Por vezes, os nativos possuem dificuldade em entender todas as regras gramaticais e suas respectivas exceções. Os concurseiros, então, precisam estudar constantemente para fixar o conteúdo no cérebro.

O uso da vírgula é um exemplo clássico quando estamos falando sobre exceções e formas optativas de uso. Quando deslocamos o fluxo direto da frase, geralmente devemos usar a vírgula para indicar a mudança. É o caso de inserimos um adjunto adverbial no início do período.

A prática também leva ao costume. Então, os concurseiros podem estudar as regras e aplicá-las no dia a dia para virar hábito. Assim, o conhecimento não fica perdido dentre tantas regras da Língua Portuguesa.

continua depois da publicidade

Abaixo, enumeramos algumas palavras que só têm forma no plural para você ter ciência do pluraria tantum:

  1. Lápis;
  2. Fazer as pazes;
  3. Óculos;
  4. Condolências;
  5. Férias;
  6. Costas;
  7. Fezes;
  8. Anais (ao denotar publicação regular ou periódico de caráter científico, literário ou artístico);
  9. Arredores;
  10. Núpcias;
  11. Parabéns;
  12. Pêsames;
  13. Bodas;
  14. Picles.

Compartilhe esse artigo

Leia também

Concursos em sua
cidade