Não erre mais: veja a forma certa de usar 'descrição' e 'discrição'

Apesar de serem tão parecidos, os termos descrição e discrição não poderiam ser mais diferentes. Descubra a forma certa de usar cada um deles.

A Língua Portuguesa é vasta o suficiente para que várias de suas palavras possuam uma grafia específica, mas tão específica que sempre parecem ter uma ou outra pegadinha. Normalmente, a forma correta de escrevê-las, aplicá-las e falá-las pode gerar grandes dúvidas na cabeça das pessoas, principalmente quando são tão similares. Esse é o caso de descrição e discrição: por serem tão parecidos, podem ser usados incorretamente.

continua depois da publicidade

Os dois formatos, mesmo com sua semelhança, não poderiam ser mais diferentes. Tanto descrição quanto discrição existem, portanto, as duas formas estão corretas. Contudo, elas devem ser empregadas em situações específicas, e isso faz com que seja necessário saber o real significado de cada uma delas, evitando desvios linguísticos na escrita. Para isso, aprenda hoje a forma certa de escrever cada termo nas ocasiões ideais.

A forma certa de usar 'descrição' e 'discrição'

O que é descrição?

Leia também

A descrição é o ato de descrever ou relatar algo com detalhes. O substantivo feminino tem relação com o verbo descrever, e alguns de seus sinônimos são relato, detalhamento e exposição. Confira algumas frases de exemplo com essa palavra:

  • A descrição do último livro que li foi o que me fez comprá-lo.
  • Nós devemos fazer uma descrição na prova de redação.
  • No seu currículo, insira uma descrição de seu perfil profissional.
  • Julia fez uma descrição do sujeito que roubou sua carteira na delegacia.
  • Com base na sua descrição, é provável que quem tenha roubado sua bicicleta seja seu vizinho.

O que significa discrição?

Já discrição representa a qualidade de ser discreto. Originário do latim "discretione", o substantivo feminino possui como sinônimos a modéstia, comedimento e reserva. Pessoas que não chamam a atenção e não cometem excesso costumem agir com discrição, ou serem discretas. Veja alguns exemplos:

continua depois da publicidade
  • Maria deveria ter agido com discrição ao conversar com os suspeitos.
  • No seminário de história, Ana apresentou o tema com discrição.
  • Hoje em dia, agir com discrição no trabalho ou em ambientes profissionais é essencial.
  • De acordo com o meu advogado, o problema será tratado com discrição.
  • A discrição é mantida quando alguém não fala alto e não revela tanto sobre sua missão.

Termos parônimos

Descrição e discrição são palavras parônimas. Isso significa que são semelhantes na grafia e na pronúncia, mas possuem sentidos diferentes. Outros exemplos de termos parônimos são:

  • Babador e babadouro: babador é o agente, ou aquele que baba. Babadouro é o local onde se baba;
  • Bimensal e bimestral: bimensal é empregado para relatar algo que ocorre duas vezes no mesmo mês. Bimestral é utilizado para algo que ocorre a cada dois meses;
  • Caçar e cassar: caçar significa apanhar ou matar algo. Cassar representa anular, tornar sem efeito.
  • Calção e caução: um calção é uma peça de vestuário, como uma bermuda. Uma caução é uma garantia ou penhor de algo;
  • Câmara e câmera: a câmara também pode ser empregada para se referir a um aparelho que capta e reduz imagens, mas é preferível para representar recintos fechados. Já a câmera só deve ser utilizada para aparelhos ópticos;
  • Cela e sela: uma cela é um pequeno quarto, como para presidiários e os aposentos de freiras e frades. Já a sela é o arreio de cavalgadura;
  • Censo e senso: o censo é um alistamento e contagem geral da população. Ter senso, por sua vez, é ter juízo, entendimento;
  • Cerração e serração: a cerração é o fenômeno do nevoeiro ou neblina. Já a serração é o ato de cortar e serrar.
  • Cumprimento e comprimento: uma saudação é chamada de cumprimento. O comprimento é a extensão e distância de algo.
  • Deferir e diferir: deferir significa atender a um pedido. Diferir é diferenciar, divergir.
Leia também

Concursos em sua
cidade