5 dons incríveis que inteligentes têm no dia a dia — e nem percebem

Com o tempo, adquirimos dons que podem ser usados no dia a dia para facilitar o trato com outras pessoas ou, no caso, evitar problemas desnecessários.

A inteligência é um atributo que foi se desenvolvendo com o tempo quando estamos falando de seres humanos. Fomos capazes de nos adaptar apesar de inúmeras diversidades apenas com o senso de consciência entrando em simbiose com o instinto de sobrevivência.

continua depois da publicidade

E é possível explorá-la ainda mais com estímulos novos, a exemplo de livros, leituras técnicas e até mesmo autoconhecimento. Sim, se conhecer é valioso em todos os âmbitos de nossa vida, já que conseguimos adquirir uma inteligência emocional mais bem apurada.

Com o tempo, também conseguimos obter dons incríveis que podem ser usados no dia a dia para facilitar o trato com outras pessoas ou, no caso, evitar problemas desnecessários. Eles parecem simples, mas tendem a fazer a diferença para evitar repetições de comportamentos.

Vamos explicar mais detalhes sobre o assunto no decorrer da matéria. Já que está aqui conosco, que tal explorar mais conteúdos que publicamos em nosso site? Temos de tudo um pouco para te deixar constantemente atualizado sobre o Brasil e o mundo.

continua depois da publicidade
Leia também

Além de pautas sobre economia e curiosidades também, também cobrimos temas voltados especificamente para os concuseiros de plantão no país, como dicas de estudo, formas de aprender com mais agilidade, notícias de concursos abertos e até mesmo simulados gratuitos.

Dons que inteligentes têm e, talvez, nem percebam

1. O dom da empatia

Colocar-se no lugar do outro é muito mais do que uma virtude digna de nota. Além de importante para manter vínculos mais duradouros com outras pessoas, a empatia é considerada como essencial para entender pontos de vista distintos a fim de encontrar a melhor solução.

continua depois da publicidade

Quando apenas nos colocamos no centro da questão, deixamos de perceber detalhes que podem ser as chaves para resolver problemas com mais facilidade. E de quebra, ainda conseguimos estabelecer uma conexão mais íntima e respeitosa com os demais - só benefícios.

2. O dom da coragem

Pessoas inteligentes têm a predisposição de entender todos os lados da moeda para que tomem as melhores decisões. Mas, em alguns momentos, é necessário um pouco de coragem para aprender coisas novas e tomar dianteira em projetos inovadores.

Com a experiência e muita inteligência emocional, é possível se arriscar de maneira estratégica, mas sem colocar à prova questão que não podem ser simplesmente jogadas ao relento. A coragem dirigida é um dom bastante importante durante tomadas de decisões.

continua depois da publicidade

3. O dom da resiliência

Quando falamos de inteligência, não podemos ignorar o lado emocional da questão. Ser resiliente é entender que os problemas acontecem, são normais e podem nos ajudar a entender situações que passariam despercebidas lá para frente. É abraçar o erro e continuar evoluindo.

O dom da resiliência é adquirido ao perceber que nem só de dor e sofrimento vivem os seres humanos. Mesmo com adversidades, podemos tirar grandes aprendizados para que outras dores e sofrimentos não ocorram a partir de um mesmo problema, já que ele será superado.

4. O dom da disciplina

Não adianta nada sermos inteligentes se estivermos presos à imprevisibilidade e da "ordem das coisas". Para que consigamos aproveitar o máximo de nosso cérebro, precisamos ser pragmáticos em certa medida, no sentido de garantir que boas coisas sejam planejadas.

Com a disciplina, é possível definir estratégias que façam sentido para que não fiquemos suscetíveis apenas à sorte da vida. Conseguimos um feito incrível? Ótimo, mas como podemos replicar o comportamento para continuarmos atingindo sucesso em outros aspectos também?

5. O dom da visão sistêmica

Precisamos pensar no hoje e em questões imediatas, mas realmente temos que ficar presos sempre em metas e tarefas imediatas? Sabemos que o amanhã um dia se tornará o nosso hoje. Como estamos contribuindo para que o futuro seja mais interessante e próspero?

São essas perguntas que os inteligentes se fazem constantemente. O dom da visão sistêmica envolve o pensamento a curto, médio e longo prazo, definindo prioridades imediatas e organizando planos que somente darão frutos num futuro não tão perto assim. Esse é o caminho.

Compartilhe esse artigo

Leia também

Concursos em sua
cidade