15 palavras que foram “aportuguesadas” e você não sabia

Você sabia que muitas das palavras que você utiliza no cotidiano são “aportuguesadas”? Leia e conheça algumas delas.

Em nosso dia a dia utilizamos muitas palavras que são “aportuguesadas” e muitas vezes nem sabemos disso. As palavras aportuguesadas dizem respeito aos vocábulos de diversas origens estrangeiras que passam por modificações na escrita, para serem incorporadas na língua portuguesa.

Em suma, este fato, além de ser muito comum, demonstra o estrangeirismo que faz parte do processo transformador de todas as línguas. Desse modo, o aportuguesamento das palavras ocorre por inúmeros fatores, como por exemplo pela assimilação cultural; pela proximidade geográfica ou para atender às necessidades de expressar sua linguagem.

Veja a seguir algumas palavras que foram aportuguesadas e sua forma de escrita original:

Veja a lista de palavras aportuguesadas

1. Champanhe

A palavra Champanhe, que é uma bebida bastante consumida no Brasil, foi aportuguesada da palavra Champagne, que tem origem do Francês.

2. Bufê

A palavra Bufê, que trata das comidas servidas em eventos, foi aportuguesada da palavra Buffet, que tem origem do Francês.

3. Currículo

A palavra Currículo, que é um documento que consta as informações profissionais de cada pessoa, entregue para conseguir uma vaga de emprego, foi aportuguesada da palavra Curriculum, que tem origem do Latim.

4. Piquenique

A palavra Piquenique, que trata do ato de se alimentar ao ar livre com a família e amigos, foi aportuguesada da palavra Picnic, que tem origem do Inglês.

5. Pôquer

A palavra Pôquer, que define um jogo de cartas, foi aportuguesada da palavra Poker, que tem origem do Inglês.

6. Muçarela

A palavra Muçarela, que define o queijo que é comumente consumido no Brasil, foi aportuguesada da palavra Mozzarella, que tem origem do Italiano.

7. Sutiã

A palavra Sutiã, que é a peça íntima utilizada para a sustentação dos seios, foi aportuguesada da palavra Soutien, que tem origem do Francês.

8. Balé

A palavra Balé, que trata de uma dança artística realizada por bailarinas(os), foi aportuguesada da palavra Ballet, que tem origem do Francês.

9. Caratê

A palavra Caratê, que é uma arte marcial mundialmente conhecida, foi aportuguesada da palavra Karate, que tem origem do Japonês.

10. Chique

A palavra Chique, que é muito utilizada para definir uma pessoa bem arrumada ou um evento bonito, foi aportuguesada da palavra Chic, que tem origem do Francês.

11. Basquete

A palavra Basquete, que trata do esporte coletivo para acertar a bola na cesta dentro da quadra, foi aportuguesada da palavra Basketball, que tem origem do Inglês.

12. Caubói e Cobói

As palavras Caubói e Cobói, que define a pessoa que monta em cavalos ou bois, foi aportuguesada da palavra Cowboy, que tem origem do Inglês.

13. Blecaute

A palavra Blecaute, que define uma queda de energia, foi aportuguesada da palavra Blackout, que tem origem do Inglês.

14. Boxe

A palavra Boxe, que é uma arte marcial, um esporte de combate muito conhecido, foi aportuguesada da palavra Box, que tem origem do Inglês.

15. Coquetel

Por fim, a palavra Coquetel, que trata do drink feito com a combinação de bebidas e frutas, foi aportuguesada da palavra Cocktail, que tem origem do Inglês.

Qual a diferença entre estrangeirismo, empréstimo e neologismo?

Para compreender a influência do estrangeirismo na Língua Portuguesa, é preciso diferenciar esses três conceitos que são frequentemente confundidos: estrangeirismo, empréstimo e neologismo.

Como você viu anteriormente, o estrangeirismo implica o emprego de palavras que se originam de outra Língua estrangeira e não possuem uma palavra correspondente a ela na nossa Língua. Assim, elas podem ser “aportuguesadas”, ou seja, adaptadas a nossa Língua ou usadas com sua grafia original.

Por outro lado, o empréstimo (galicismo, anglicismo, etc.), como o próprio nome suscita, sofre pouca modificação e passa a fazer parte do léxico, sendo que todas elas, hoje classificadas como empréstimo, foram um dia estrangeirismo. Alguns exemplos incluem: “hot dog” e “model” (anglicismos), ou “fondue” e “menu” (galicismos).

Por fim, o neologismo trata da criação de palavras novas que acabam fazendo parte do nosso cotidiano, como deletar, twitar, entre outros.

Todas essas regras e adaptações fazem parte da construção da Língua Portuguesa, que desde o princípio sofreu forte influências de povos indígenas, europeus, africanos, germânicos, japoneses, entre outros.

Diferentes culturas que fazem parte da formação do nosso país deixaram suas marcas em nosso idioma, assim como também em nossa cultura.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.