Você tem alguma? Confira 4 fobias raras que existem no mundo

O medo é um dos sentimentos mais comuns do ser humano. Desse modo, existem cada vez mais fobias entre as pessoas, e a verdade é que algumas delas são realmente surpreendentes.

Se pronunciarmos a palavra claustrofobia será muito difícil que alguém a nossa volta não saiba a que se refere este termo. Além disso, outras fobias conhecidas pela maioria das pessoas incluem aracnofobia e fobia social.

Acontece que, longe de serem as únicas fobias, sabemos que pode haver praticamente tantas fobias quanto pessoas no mundo. Isso porque nosso cérebro tem a capacidade de criar medo diante dos objetos ou situações mais inesperadas. Por isso, neste artigo, vamos listar as fobias mais raras já conhecidas.

O que é fobia?

A fobia é uma doença que pode afetar seriamente a saúde da pessoa que a sofre. Caracteriza-se por sentir um medo irracional, intenso e descontrolado de coisas ou situações mais ou menos específicas.

Existem diferentes tipos de fobias, algumas mais comuns e outras menos difundidas pela população, porém todas merecem ser tratadas a partir de uma abordagem de saúde mental.

Além disso, estima-se que cerca de 20% da população mundial sofre de algum tipo de fobia, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Americano.

Devido a essa incidência, é importante saber quais são as mais raras, para identificá-las e lhes proporcionar o tratamento correto. Confira quais são elas abaixo:

Veja 4 fobias raras que existem no mundo

1. Sonnifobia

Esta é uma fobia rara e muito desconfortável. Estamos falando de um medo profundo e irracional de adormecer e das consequências que o sujeito considera que pode sofrer se o fizer.

As pessoas que sofrem de sonnifobia têm ideias fantasiosas sobre o que lhes acontecerá se adormecerem, temendo não voltar a acordar, o que faz com que a pessoa enfrente estados de ansiedade muito elevados só de pensar nisso.

Com efeito, esse tipo de fobia afeta significativamente a vida do paciente, porque além de viver com ideias obsessivas persistentes sobre o sono, a falta dele causa impactos negativos em muitas outras áreas de suas vidas (hábitos alimentares, relações sociais, problemas de trabalho, etc.).

2. Emetofobia

Essa fobia refere-se ao medo ou ansiedade intensa de vomitar ou que outras pessoas o façam. As pessoas que sofrem deste tipo de fobia temem algo mais do que um simples nojo ou rejeição ao vômito.

Desse modo, elas desenvolvem estilos de vida focados em não vomitar e evitar, da melhor maneira possível, alguém vomitando perto delas como resultado do pânico que isso causa.

Esse tipo de fobia afeta negativamente a vida do indivíduo que pode, por exemplo, estabelecer padrões alimentares muito contraproducentes para evitar enjoos e por acreditar que isso pode levar ao vômito.

Também é comum que as mulheres evitem a gravidez, pois, como sabemos, isso geralmente está associado a um período de enjoo e vômito. Não há causas específicas para o desenvolvimento dessa fobia rara. No entanto, acredita-se que ela pode estar relacionada a um evento traumático ligado ao vômito na infância.

3. Crematofobia

Nesse caso, o termo crematofobia se refere ao medo do dinheiro. Um medo que certamente chama a atenção de muitos que conhecem essa fobia. Relacionamentos complicados com o capital econômico (receber salários baixos; sofrer assédios no ambiente de trabalho, etc.) podem levar algumas pessoas a estabelecer uma relação fóbica com o dinheiro.

Para essas pessoas, fazer a compra mais simples implica altos níveis de ansiedade. Além disso, a condição está relacionada a estados de estresse e depressão contínuos, falta de sono, sintomas físicos, entre outros.

4. Ciberfobia

Por fim, essa fobia é frequentemente sentida por pessoas mais velhas que têm dificuldade em se adaptar ao uso de novas tecnologias, como computadores, tablets ou smartphones.

Dessa maneira, a simples possibilidade de estar diante de um computador ou celular, pode desencadear ansiedade, angústia e medo. Inclusive, há pessoas que possuem essa fobia tão desenvolvida que sofrem com ataques de pânico e hiperventilação quando se veem obrigadas a usarem a tecnologia.

Leia também

você pode gostar também

Gastronomia: como empreender nessa área? Confira 5 dicas

A Gastronomia é um ramo profissional que está associado com atividades como o turismo, lazer, comércio de alimentos e outros setores da indústria. Assim, empreender nessa área é mais simples do que parece.

Como conciliar trabalho e estudo? Confira 7 dicas simples e práticas

Vai começar o cursinho preparatório para o concurso, mas trabalha o dia inteiro? Fique por dentro de sete dicas de ouro sobre como conciliar trabalho e estudo.

Você sabia que existe o Dia da Saudade? Conheça essa data comemorativa

A palavra saudade pode remeter a um episódio de alegria ou de tristeza. Seja como for, esse sentimento é tão importante que tem data comemorativa, o Dia da Saudade.

As cores de esmalte que mais combinam com cada signo

Bateu aquela indecisão na hora de escolher a tonalidade que vai passar nas unhas? Então, conheça as cores de esmalte que mais combinam com cada signo.

7 sinais de que você deveria mudar de profissão

Está insatisfeito com o seu atual emprego? Então conheça os sete sinais de que você deveria mudar de profissão e cogite uma transição de carreira.

Para que servem aquelas bolas laranjas nos fios de transmissão?

Fios de alta tensão geralmente possuem itens de segurança bastante chamativos para evitar acidentes que possam danificar os fios e causar maiores problemas.