Português – Nível Fundamental

Prepare-se com questões de Português para nível fundamental

01

(FUNCAB - 2016 - EMSERH - Agente de Portaria) - 

Como seremos amanhã?
Estar aberto às novidades é estar vivo. Fechar-se a elas é morrer estando vivo. Um certo equilíbrio entre as duas atitudes ajuda a nem ser antiquado demais nem ser superavançadinho, correndo o perigo de confusões ou ridículo.
Sempre me fascinaram as mudanças - às vezes avanço, às vezes retorno à caverna. Hoje andam incrivelmente rápidas, atingindo usos e costumes, ciência e tecnologia, com reflexos nas mais sofisticadas e nas menores coisas com que lidamos. Nossa visão de mundo se transforma, mas penso que não no mesmo ritmo; então, de vez em quando nos pegamos dizendo, como nossas mães ou avós tanto tempo atrás: “Nossa! Como tudo mudou!”
Nos usos e costumes a coisa é séria e nos afeta a todos: crianças muito precocemente sexualizadas pela moda, pela televisão, muitas vezes por mães alienadas. [...]
Na saúde, acho que melhorou. Sou de uma infância sem antibióticos. A gente sobrevivia sob os cuidados de mãe, pai, avó, médico de família, aquele que atendia do parto à cirurgia mais complexa para aqueles dias. Dieta, que hoje se tornou obsessão, era impensável, sobretudo para crianças, e eu pré- adolescente gordinha, não podia nem falar em “regime” que minha mãe arrancava os cabelos e o médico sacudia a cabeça: “Nem pensar”.
Em breve estaremos menos doentes: células-tronco e chips vão nos consertar de imediato, ou evitar os males. Teremos de descobrir o que fazer com tanto tempo de vida a mais que nos será concedido... [...]
Quem sabe nos mataremos menos, se as drogas forem controladas e a miséria extinta. Não creio em igualdade, mas em dignidade para todos. Talvez haja menos guerras, porque de alguma forma seremos menos violentos.
[...]
As crianças terão outras memórias, outras brincadeiras, outras alegrias; os adultos, novas sensações e possibilidades. Mas as emoções humanas, estas eu penso que vão demorar a mudar. Todos vão continuar querendo mais ou menos o mesmo: afeto, presença, sentido para a vida, alegria. Desta, por mais modernos, avançados, biônicos, quânticos, incríveis, não podemos esquecer. Ou não valerá a pena nem um só ano a mais, saúde a mais, brinquedinhos a mais. Seremos uns robôs cinzentos e sem graça!
Lya Luft, Veja. São Paulo, 2 de março, 2011, p.24
O elemento destacado em ANTIbiótico significa:

Código da questão
Q57890Ca
02

(IF-SP - 2012 - IF-SP - Auxiliar de Biblioteca) - Assinale a alternativa correta que preenche as lacunas, respectivamente.

Compareci __ reuniões e __ festas.

É obrigatório o comparecimento __ aulas.

Ensino __ distância.

Código da questão
Q57984Ca
03

(CRF-TO - 2015 - CRF-TO - Serviços Gerais) - Marque a alternativa CORRETA:

Código da questão
Q57665Ca
04

(CETAP - 2019 - Prefeitura de Maracanã) - SONHO.

Não quero nem ma referir aqui do sonho onírico, aquele que vem quando estamos dormindo, e que cumpre uma função biológica e psicológica demasíadarnente importante para o nosso bem-estar. Falo eu de sonho como sendo o nosso desejo, o que queremos realizar, construir. Como Martin Luther King, ao falar de uma sociedade sem diferenças. Ou Mahatma Gandhl, ao lutar pela independência da índia e expressar o sonho de sem violência alguma, haver um povo que tivesse autodeterminação.

Quando dizemos “eu sonho ter uma casa" ou ‘eu sonho que meus filhos se formem” ou ‘eu sonho ter um casamento que perdure bastante tempo", o sonho é aquilo que nos Impulsiona. É um desejo que colocando no futuro, procuramos buscar.

Isso nada tem a ver com delírio. Delírio é um desejo que não tem factibilidade, que não tem como se realizar. Sonho precisa se factível, realizável.

Por exemplo não basta eu dizer: ‘Sonho ser o maior jogador de futebol da Fifa 2016". Isso não é sonho é delírio. Eu não tenho mais idade, não teria como entrar no circuito do futebol. “E se eu rezar muito?" Lamento, não vai acontecer. “E se eu ler muitos livros de autoajuda?" Também não vai adiantar.

Sonho não é delírio, é o desejo com factibilidade, que pode ser realizado. Delírio é um desejo marcado pela incapacidade de realização.

(CORTELLA, Mário Sárglo- Pensar bem nos faz bem! Vozes, p.138.)

No texto, o autor não afirma:

Código da questão
Q56517Ca
05

(UFES - 2011 - UFES - Assistente de Laboratório) - Uma das alternativas contém termos que se referem a indivíduos tanto do sexo masculino quanto do sexo feminino. Marque-a.

Código da questão
Q56959Ca
06

(FGV - 2014 - Prefeitura de Osasco - SP - Cozinheiro) - TEXTO - O Cavalo e o seu Cuidador

Esopo

Um zeloso empregado de uma cocheira costumava passar horas, e às vezes dias inteiros, limpando e escovando o pelo de um cavalo que estava sob seus cuidados.

Agindo assim, passava para todos a impressão de que era gentil para com o animal, que se preocupava com o seu bem estar.

Entretanto, ao mesmo tempo que o acariciava diante de todos, sem que ninguém suspeitasse, roubava a maior parte dos grãos de aveia destinados a alimentar o pobre animal, e os vendia às escondidas para obter lucro.

Então o cavalo se volta para ele e diz:

"Acho apenas que se o senhor de fato desejasse me ver em boas condições, me acariciava menos e me alimentava mais..."

Toda fábula tem uma mensagem moral; nesse caso, o que essa fábula condena é:

Código da questão
Q57134Ca
07

(UECE-CEV - 2018 - DETRAN-CE) - Um software antivírus é um programa responsável por

Código da questão
Q56745Ca
08

(IADES - 2015 - CRC-MG - Motorista) -Considerando o trecho “Houve ainda orientações a respeito de saúde.”, assinale a alternativa correta quanto à classificação do sujeito dessa oração.

Código da questão
Q57425Ca
09

(ZAMBINI - 2016 - MPE-SP - Auxiliar de Promotoria) - Assinale a alternativa em que há erro(s) de acentuação gráfica.

Código da questão
Q57160Ca
10

(Instituto Legatus - 2014 - Prefeitura de Curralinhos - PI - Motorista) - Assinale a alternativa em que todas as palavras foram grafadas corretamente:

Código da questão
Q58130Ca