Português

Prepare-se com questões de Português

01

( FEPESE - 2019 - Prefeitura de Fraiburgo - SC - Agente Comunitário de Saúde) - Texto 1

É sabido que o oeste catarinense e o sudoeste do Paraná começaram a ser ocupados, no início do século XIX, através da pecuária, em suas regiões de campo, pela criação extensiva em grandes propriedades. O resultante desse processo foi a rarefação da população em grandes espaços. Somente a partir de meados do século passado é que as áreas de florestas, que antes tinham permanecido praticamente intactas, passaram a ser ocupadas através do excedente populacional dos campos de criação de gado ou dos imigrantes provindos de outras partes do território nacional. Esse processo acabou constituindo a população cabocla com uma cultura e um modus vivendi próprios, e com a qual os imigrantes rio-grandenses iriam se defrontar.

As migrações visavam a ocupar o “espaço vazio” do oeste catarinense, dentro do projeto capitalista do governo, já que essa região era vista como perigosa e inóspita, um verdadeiro deserto a ser povoado para nele se produzir. As companhias colonizadoras, então, começaram a fazer investimentos e vender as glebas das áreas de florestas.

Nesse ínterim, entre os descendentes de imigrantes italianos do Rio Grande do Sul (Serra Gaúcha e regiões circunvizinhas), estava ocorrendo um fato conjuntural que veio ao encontro do interesse pela colonização do oeste catarinense. A estrutura fundiária das regiões de imigração rio-grandenses era baseada em pequenos lotes de terra. Essas pequenas propriedades não podiam mais ser desmembradas porque tornar-se- -iam inviáveis economicamente. Daí o deserdamento sistemático e necessário, forçando os colonos e seus descendentes a novas migrações para novas colônias, onde se reproduziu o modelo fundiário anterior.

ZAMBIASI, José Luiz. Lembranças de velhos. Chapecó: Universitária Grifos, 2000, p. 28-29. [Fragmento adaptado].
Assinale a alternativa correta em relação ao texto 1.

Código da questão
Q55320Ca
02

(IESES - 2019 - Prefeitura de São José - SC - Agente Administrativo) - Leia as assertivas a seguir:

I. Anseio em voltar a ver minha antiga casa! II. Desrespeitar as leis implica problemas com a justiça. III. A encarregada não nos permite em ficar dentro do escritório no horário de almoço.
Assinale a alternativa que se aplica quanto à regência verbal das orações acima:

Código da questão
Q55553Ca
03

(JOTA - 2016 - Prefeitura de Piquete/SP - Eletricista) - “Aquele jovem era terrivelmente insolente.”

O sinônimo da palavra grifada é:

Código da questão
Q47613Ca
04

(IBADE - 2020 - Prefeitura de Vila Velha - ES - Agente Municipal de Defesa Civil) - Temos na Língua Portuguesa uma peculiaridade na frase e discurso que caracteriza uma frase nominal. Essa característica está presente em qual alternativa?

Código da questão
Q58448Ca
05

(CURSIVA - 2017 - Prefeitura de Treze Tílias/SC - Técnico em enfermagem) - Em qual das alternativas o sinal que indica crase é de uso facultativo:

Código da questão
Q49651Ca
06

(FGV - 2014 - Prefeitura de Osasco - SP - Cozinheiro) - TEXTO - O Cavalo e o seu Cuidador

Esopo

Um zeloso empregado de uma cocheira costumava passar horas, e às vezes dias inteiros, limpando e escovando o pelo de um cavalo que estava sob seus cuidados.

Agindo assim, passava para todos a impressão de que era gentil para com o animal, que se preocupava com o seu bem estar.

Entretanto, ao mesmo tempo que o acariciava diante de todos, sem que ninguém suspeitasse, roubava a maior parte dos grãos de aveia destinados a alimentar o pobre animal, e os vendia às escondidas para obter lucro.

Então o cavalo se volta para ele e diz:

"Acho apenas que se o senhor de fato desejasse me ver em boas condições, me acariciava menos e me alimentava mais..."

O último parágrafo do texto está entre aspas porque:

Código da questão
Q57127Ca
07

(FUNDEP- 2020 - Prefeitura de Barão de Cocais - MG - Auxiliar Administrativo) - A conjunção “mas” pode assumir diferentes significados em um texto.

 

Assinale a alternativa cujo significado dessa conjunção está incorretamente expresso entre parênteses.

Código da questão
Q58919Ca
08

(IDESUL - 2020 - Prefeitura de Lima Duarte - MG - Engenheiro Civil) - Leia com atenção o texto a seguir e responda a questão:

“Da ambição se pode dizer que é uma força que, ao contrário da liberdade, não termina onde a do outro começa. O ambicioso não enxerga o cume nem quando o atinge. O céu para ele não é o limite. Não é por outra razão que os maiores desastres humanos foram gestados pela ambição sem limites. Em contrapartida, os mais espetaculares saltos intelectuais, científicos e políticos trazem a assinatura de homens e mulheres ambiciosos.

(Fonte: Revista Veja 01/03/2006)

 

A ideia principal do texto é:

Código da questão
Q59639Ca
09

(UPA - 2017 - Prefeitura de Barbalha/CE - Fisioterapeuta) - Fiori Gigliotti morreu em 2006, após uma consagrada carreira de locutor esportivo. Era muito conhecido pela seguinte frase: “APITA O ÁRBITRO, ABREM-SE AS CORTINAS E COMEÇA O ESPETÁCULO”. Considerando as regras de coordenação e subordinação, qual das alternativas abaixo classifica corretamente essas três orações?

Código da questão
Q46203Ca
10

(FCC - 2020 - AL-AP - Assistente Legislativo - Assistente Administrativo) - [O motor da preguiça]

Acho que a verdadeira força motriz do desenvolvimento humano, a razão da superioridade e do sucesso do Homem, foi a preguiça. A técnica é fruto da preguiça. O que são o estilingue, a flecha e a lança senão maneiras de não precisar ir lá e esgoelar a caça ou um semelhante com as mãos, arriscando-se a levar a pior e perder a viagem? O que estaria pensando o inventor da roda senão no eventual desenvolvimento da charrete, que, atrelada a um animal menos preguiçoso do que ele, o levaria a toda parte sem que ele precisasse correr ou caminhar?

Toda a história das telecomunicações, desde os tambores tribais e seus códigos primitivos até os sinais da TV e a internet, se deve ao desejo humano de enviar a mensagem em vez de ir entregá-la pessoalmente. A fome de riqueza e poder do Homem não passa da vontade de poder mandar os outros fazerem o que ele tem preguiça de fazer, seja de trazer os seus chinelos ou construir suas pirâmides.

A química moderna é filha da alquimia, que era a tentativa de ter o ouro sem ter que procurá-lo, ou trabalhar para merecê-lo. A física e a filosofia são produtos da contemplação, que é um subproduto da indolência e uma alternativa para a sesta, A grande arte também se deve à preguiça. Não por acaso, o que é considerada a maior realização da melhor época da arte ocidental, o teto da Capela Sistina, foi feita pelo Michelangelo deitado. Marcel Proust escreveu Em busca do tempo perdido deitado. Vá lá, recostado. As duas maiores invenções contemporâneas, depois do antibiótico e do microchip, que são a escada rolante e o manobrista, devem sua existência à preguiça. E nem vamos falar no controle remoto.

(Adaptado de: VERISSIMO, Luis Fernando. O mundo é bárbaro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008, p. 54-55)

Está clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:

 

Código da questão
Q59943Ca