Por que os morcegos ficam de cabeça para baixo? Veja REAL motivo

Se você gosta de estudar ou se interessa sobre os hábitos de alguns animais, descubra por que os morcegos ficam de cabeça para baixo.

A evolução das espécies possibilita que os animais consigam se adaptar aos mais variados tipos de ambientes na natureza e favorece aqueles que possuem uma vantagem que os permita sobreviver aos desafios. O mais interessante é que o mundo animal tem algumas curiosidades. Por exemplo, você sabe por que os morcegos ficam de cabeça para baixo?

Se a resposta for negativa, gostaríamos de te convidar a ler toda essa matéria que vai te mostrar o real motivo que esses animais ficam e até dormem dessa forma. A natureza tem os seus encantos e mistérios, não é verdade? Saiba mais.

Mas por que os morcegos ficam de cabeça para baixo?

Esses quirópteros, ao contrário das aves em geral, têm muitas dificuldades para decolar do solo, já que as suas asas não são tão resistentes quanto as de outras espécies voadoras. Além disso, os morcegos não conseguem correr rápido suficiente para ganhar a velocidade necessária para alçar voo.

Na verdade, esses mamíferos têm mais facilidade de voar quando eles já começam do ar. Eles se fixam a um ponto alto usando as suas patas dianteiras localizadas nas asas e se lançam no ar para conseguir voar com mais facilidade. Se ficarem muito tempo no solo podem facilmente se tornar vítimas de outros animais.

Existe outro motivo para isso?

Uma outra razão pela qual os morcegos ficam de cabeça para baixo tem a ver com as suas garras traseiras. Elas funcionam de forma contrária aos músculos do seu corpo, causando uma espécie de descompressão.

Os joelhos do morcego são direcionados para trás e, quando relaxam, dois tendões fazem as garras ficarem presas no lugar, para que o animal não desperdice energia enquanto estiver dependurado nos galhos das árvores, por exemplo.

Quando as garras estão travadas em uma superfície, a gravidade e o próprio peso mantém os morcegos suspensos sem o risco de caírem no chão de forma inesperada. Basta flexionar os músculos das pernas que as garras e dos dedos se desprendem, dando início ao voo.

Por que os morcegos ficam de cabeça para baixo: essa é uma habilidade física única no reino animal

Agora que você sabe o motivo pelo qual os morcegos ficam de cabeça para baixo, esses animais podem se empoleirar aos montes (com toda segurança) em lugares onde os seus predadores não conseguem alcançá-los. Na hora de dormir, esses animais procuram uma caverna escura ou troncos ocos de árvores e se penduram de ponta-cabeça.

Para se protegerem do frio, os morcegos usam suas longas asas para envolverem o corpo, como se fossem um grande cobertor. O mais interessante é que esses animais ficam pendurados nessa estranha posição quando vão hibernar e até mesmo depois que morrem. Cada espécie animal com as suas peculiaridades, certo?

É perigoso para o ser humano ficar dependurado de cabeça para baixo?

A resposta é sim. E muita gente não sabe que pode ser fatal para os humanos ficarem como os morcegos. O motivo é simples. Quando ficamos dependurados de cabeça para baixo, uma maior quantidade de sangue tende a se acumular no cérebro. Além disso, o coração pode ter mais dificuldade para bombear sangue para o restante do corpo, principalmente para as extremidades.

Por causa do tamanho compacto e pequeno do morcego, o coração desse animal consegue bombear facilmente um volume de sangue infinitamente menor (se comparado com um humano adulto), mesmo estando de cabeça para baixo.

Mesmo que você esteja ciente do motivo pelo qual os morcegos ficam de cabeça para baixo, sabia que esses pequenos animais não se alimentam apenas de sangue? É verdade. A maioria deles são frutíferos.

Além disso, são poucas as espécies que contraem a raiva. Os morcegos têm uma péssima visão e não costumam atacar os seres humanos. Por isso, não existem razões para temer esses mamíferos voadores.

Leia também

você pode gostar também

Mal ou mau: qual a diferença? Veja exemplos

Uma das maiores dificuldades dos falantes da língua portuguesa é descobrir quando usar corretamente os termos mau ou mal. Para sanar esta dúvida de uma vez por todas, confira algumas dicas para exercitar as palavras.

Recebeu uma multa que não é sua? Veja o que fazer e como recorrer

Se você foi multado, mas a pena foi aplicada de forma equivocada ou indevida, é possível entrar com recurso e regularizar a situação.

Tire estes aparelhos da tomada para Economizar Energia

Economizar energia elétrica pode ser mais simples do que se pensa; veja quais eletrônicos devem ficar fora da tomada.

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.