Cometa deve passar pela órbita da Terra e ficar visível em fevereiro

Acredita-se que os últimos humanos a ver este cometa foram os que viveram na Idade do Gelo, cerca de 50.000 anos atrás.

Os cometas são objetos espaciais formados por gases congelados, poeira e rochas que orbitam o Sol. À medida que se aproximam de nossa estrela, esses objetos são atacados com quantidades crescentes de radiação, liberando gases e detritos. Esse processo forma uma atmosfera brilhante ao redor do cometa (conhecida como coma cometária) e duas vastas caudas de gás e poeira.

Dito isso, em fevereiro, um desses objetos passará relativamente próximo (em termos astronômicos) da Terra. Este é o cometa C/2022 E3 (ZTF), que foi descoberto em março de 2022 e que se acredita ter passado pela nossa galáxia pela última vez há 50.000 anos.

Os astrônomos dizem que o cometa poderá ser visto da Terra a partir de 1º de fevereiro, quando passará a 42 milhões de quilômetros do nosso planeta. As condições de poluição natural e artificial vão determinar se o cometa poderá ou não ser visto da Terra por meio de telescópios.

Quando observar o cometa C/2022?

Segundo o Observatório Nacional, dia 1º de fevereiro é quando ele irá passar mais próximo da Terra. No entanto, para apreciá-la melhor, os especialistas recomendam procurar áreas remotas da cidade com céu claro à noite.

Embora alguns astrônomos indiquem que o brilho do cometa seria muito forte e poderia ser visto a olho nu, também é recomendável o uso de binóculos e/ou telescópios para não perder nenhum detalhe da passagem deste corpo celeste no espaço.

Em 10 de fevereiro, quando faz seu perigeu, o C/2022 E3 aparecerá no início da noite (entre 19h e 21h), idealmente uma hora após o pôr do sol. Poderia estar localizado, possivelmente a olho nu, ao norte, entre as constelações de Lince e Girafa (Camelopardalis). Em seguida, ele ascenderá em direção à constelação de Auriga.

Como o cometa C/2022 foi descoberto?

Em 2 de março de 2022, o cometa C/2022 E3 (ZTF) foi descoberto por astrônomos usando a Wide Field Survey Câmera da Zwicky Transient Facility através do Telescópio Schmidt de 1,2 m no Monte Palomar (EUA); o objeto teve um brilho médio de magnitude 17,2 nas cinco exposições obtidas na constelação da Águia.

No entanto, observações feitas nos dias seguintes por astrônomos de outras localidades encontraram atividade cometária na forma de uma vírgula com tamanho angular de 15″ e cauda de 25″ de comprimento.

A órbita calculada para este objeto é quase parabólica, o que implica que o C/2022 E3 (ZTF) não é um novo cometa, mas passou cerca de 50.000 anos atrás. Nos últimos tempos tem iluminado “consideravelmente”, como aponta a NASA e neste momento este corpo celeste em chamas varre a constelação da Corona Borealis, nos céus antes do amanhecer.

O cometa tem tons esverdeados a brilhantes, uma cauda de poeira curta e larga e uma cauda de íons mais longa e fraca que se estende por todo o campo de visão.

Embora não se espere que seja tão espetacular quanto o cometa NEOWISE (C/2020 F3) que passou em 2020, a NASA observou que ainda há uma chance muito boa de ver esse corpo espacial gelado. É difícil prever o quão brilhante será, disse a agência, mas é possível que possa ser observado diretamente.

Por fim, acredita-se que C/2022 E3 (ZTF) venha da Nuvem de Oort, localizada na borda do Sistema Solar.

Leia também

você pode gostar também

Moeda de 1 real rara vale MUITO dinheiro; veja se você tem

O mercado de colecionadores de cédulas e moedas é surpreendente; conheça mais detalhes, a seguir, a respeito da numismática.

Concurso AGU: inscrições terminam em breve; veja como participar

Concurso AGU 2023 (Advocacia-Geral da União) oferece 300 vagas destinadas a profissionais de nível superior. Veja como realizar sua inscrição.

Tesouro Direto cria complemento para a aposentadoria; conheça o RendA+

Em janeiro, um novo título público do Tesouro Direto entrou em negociação no país. O RendA+ pretende complementar a aposentadoria dos segurados vinculados ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Aumento do salário mínimo 2023 vai depender de novos cortes, diz ministra

O novo valor do salário mínimo nacional pode chegar a R$ 1.320,00, mas, para isso, será preciso fazer cortes no orçamento do governo, segundo Simone Tebet.

Alerta INMET: Tempestades e chuvas intensas em mais de 1,1 mil cidades

As tempestades e chuvas intensas continuam sem dar trégua, dessa vez atingindo mais de 1,1 mil cidades. Confira mais informações do alerta INMET do dia.

ChatGPT: inteligência artificial é capaz de escrever textos inteiros sozinha

Esta nova ferramenta que é capaz de gerar diversos tipos de textos, se tornou viral e já atingiu mais de um milhão de usuários, segundo seus criadores.