Chuvas intensas podem afetar 1,4 mil cidades nesta quarta (7), alerta INMET

Alerta começou a valer às 11h desta quarta-feira (7) e se estende até 11h de amanhã (8/12), conforme o Instituto Nacional de Meteorologia.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas intensas com grau de severidade “perigo” para boa parte do país. O aviso começou a valer às 11h desta quarta-feira (7) e se estende até 11h de amanhã (8/12).

De acordo com o órgão federal, há possibilidade de chuva entre 30 a 60 milímetros por hora ou de 50 a 100 milímetros por dia, com risco de corte de descargas elétricas, corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Na última semana, cerca de 120 mil pessoas foram afetadas pelos temporais em parte do Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro), Nordeste (Bahia) e no Sul do país (Santa Catarina e Paraná).

Áreas sob alerta de chuvas intensas

  • Centro Goiano;
  • Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba;
  • Leste Goiano;
  • Central Mineira;
  • Zona da Mata;
  • Centro-Sul Mato-grossense;
  • Vale do Acre;
  • Sul Goiano;
  • Vale do Rio Doce;
  • Central Espírito-santense;
  • Nordeste Mato-grossense;
  • Leste de Mato Grosso do Sul;
  • Noroeste Espírito-santense;
  • Oeste de Minas;
  • Sul/Sudoeste de Minas;
  • Centro Norte de Mato Grosso do Sul;
  • Sul Espírito-santense;
  • Campo das Vertentes;
  • Norte Mato-grossense;
  • Leste Rondoniense;
  • São José do Rio Preto;
  • Sudeste Mato-grossense;
  • Centro Amazonense;
  • Metropolitana de Belo Horizonte;
  • Sudoeste Amazonense;
  • Jequitinhonha;
  • Sul Fluminense;
  • Noroeste Fluminense;
  • Sul Amazonense;
  • Litoral Norte Espírito-santense;
  • Noroeste Goiano;
  • Ribeirão Preto;
  • Vale do Paraíba Paulista;
  • Sudoeste Mato-grossense;
  • Baixadas;
  • Centro Fluminense;
  • Noroeste de Minas;
  • Vale do Mucuri;
  • Metropolitana do Rio de Janeiro;
  • Norte de Minas;
  • Distrito Federal;
  • Madeira-Guaporé;
  • Campinas;
  • Norte Fluminense;
  • Pantanais Sul Mato-grossense;
  • Vale do Juruá;
  • Araçatuba;
  • Norte Amazonense;
  • Norte Goiano.

Confira a lista de cidades que integram o aviso do Inmet no site Alert-AS.

O que está causando tantas chuvas no Brasil?

Fenômenos climáticos como o La Niña, além de áreas de instabilidade atmosféricas, continuam provocando chuva em todo o Brasil, com previsão de acumulados para áreas do noroeste do país, como em Mato Grosso, Rondônia e Amazonas.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as fortes chuvas também são influenciadas pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), uma área formada por uma faixa de nuvens que vai do sul da região amazônica até o Atlântico Sul.

Além desses, o vórtice ciclônico de altos níveis (VCAN), a depressão subtropical e o aquecimento global também interferem no volume de chuvas.

Orientações de segurança

Entre as recomendações de segurança do Inmet, estão:

  • Evitar enfrentar o mau tempo;
  • Observar alteração nas encostas;
  • Sempre que possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia durante temporais;
  • Em caso de rajadas de vento, não se deve abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda de galhos e descargas elétricas;
  • Não estacionar veículos embaixo ou próximo de torres de transmissão e placas de propaganda.

Por fim, em caso de situação de alagamentos ou inundações, proteja seus pertences da água envoltos em sacos plásticos. Busque mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Leia também

você pode gostar também

Novidades do MEI 2023: veja o que muda para os empreendedores

Os microempreendedores individuais (MEIs) precisam ficar de olho no reajuste dos valores de contribuição e outras mudanças que ocorrerão neste ano de 2023.

Projeto regulamenta NOVA profissão no setor de turismo

O Projeto de Lei em tramitação no Senado Federal pretende regulamentar uma nova profissão no setor de turismo, a fim de promover mais segurança aos trabalhadores e viajantes.

Brasil criou 2 milhões de postos de trabalho em 2022, segundo o Caged

De acordo com dados divulgados pelo governo federal, houve saldo positivo de postos de trabalho com carteira assinada em 2022.

Valores a Receber: Banco Central alerta para golpe do dinheiro esquecido

Criminosos estão divulgando uma oferta falsa a respeito de montantes supostamente esquecidos no BC; veja como se proteger.

Reforma Tributária deve ser votada sem aumento nos impostos

De acordo com declaração do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, a reforma tributária deve ser neutra, sem aumento nos impostos.

Guia mensal do MEI 2023 já pode ser emitida com os valores atualizados

Reajuste do pagamento mensal está vigente. Taxas para microempreendedores individuais variam de R$ 66 a R$ 162.