Uber: agora é possível pedir corridas via WhatsApp; recurso está em fase de teste

Serviço disponibilizado recentemente continua em testes no Brasil e corridas podem ser solicitadas em alguns estados do país.

A Uber anunciou recentemente que os usuários brasileiros podem solicitar corridas pelo WhatsApp. A unificação dos aplicativos é uma aposta da plataforma de acordo com a demanda imprimida pelos próprios usuários do Brasil. Nesse sentido, a medida visa facilitar solicitações de corridas usando a convergência de aplicativos.

O primeiro país a conhecer esta funcionalidade foi a Índia. Nesse sentido, o Brasil é o segundo país a ter a modalidade, mesmo em fase de testes. A novidade, entretanto, só está disponível neste primeiro momento para corridas de UberX e Uber Moto nas cidades de Teresina (PI), São Luís (MA), Sobral e Juazeiro do Norte (CE).

O usuário que desejar solicitar uma corrida pelo WhatsApp deve enviar uma mensagem para o telefone (11) 94488-3478. As corridas solicitadas pelo mensageiro estão disponíveis a partir de 6h. Ainda de acordo com a Uber, o recurso será expandido para outras cidades, mas ainda sem previsão.

Uber: Como solicitar corridas pelo WhatsApp

As corridas solicitadas durante a fase de testes estão disponíveis entre 6h e 22h. Os pagamentos devem ser feitos apenas em dinheiro e novos usuários que desejam usar a nova modalidade, devem se cadastrar e informar alguns dados pessoais para serem checados na base de dados de empresas como a Serasa.

Assim, quem desejar pedir uma corrida com a Uber e o WhatsApp deve seguir as instruções abaixo:

  • Abra o WhatsApp e envie uma mensagem para o número (11) 94488-3478;
  • Em seguida faça o login na conta da Uber pelo próprio WhatsApp;
  • Toque em “Pedir uma viagem”;
  • Na conversa do WhatsApp informe a origem e o destino da viagem;
  • Aguarde o motorista para o embarque.

De acordo com a Uber, todas as corridas solicitadas pelo WhatsApp possuem recursos de segurança, como o registro das viagens pelo GPS e checagem correta da identidade dos motoristas parceiros. Para os usuários, é necessário também usar o CPF para checagem de identidade.

A ideia da Uber ao liberar essa funcionalidade para o Brasil tem a ver com a demanda do brasileiro em usar o WhatsApp para quase tudo. Ainda, a liberação de corridas pelo WhatsApp pretende ajudar usuários que não possuem tanta familiaridade com smartphones e suas funcionalidades.

Como baixar o Uber

Para baixar o aplicativo do Uber, o usuário deve se encaminhar à loja de origem do seu sistema operacional (Android ou iOS) e fazer o download. Após a instalação, basta abrir o aplicativo e inserir algumas informações pessoais, necessárias para a ativação do cadastro.

Após essa etapa, a Uber envia um e-mail para o usuário confirmar a sua identidade. A seguir, abra o aplicativo e adicione a forma de pagamento. Para solicitar a primeira corrida, basta inserir o local de origem e o destino e esperar pelo motorista.

Leia também

você pode gostar também

Litígio Zero: saiba quem pode renegociar dívidas com o governo

O novo programa de renegociação de dívidas, lançado pelo governo federal, possibilitará que pessoas físicas e empresas obtenham descontos para quitar débitos junto à Receita Federal.

WhatsApp tem nova função de Comunidades no Brasil; veja como funciona

Entenda melhor o novo recurso do WhatsApp e aprenda como criar sua própria comunidade no mensageiro da Meta.

Estágio Caixa tem 6,8 mil vagas abertas; saiba como se inscrever

Estágio Caixa Econômica Federal é destinado a estudantes do ensino médio, técnico e superior. Veja como participar.

Pagamento em cheque cai em desuso e Pix pode ter influenciado

Pagamento por meio de cheque especial segue caindo. Redução chega a 94% em comparação com o ano de 1995.

Venda de férias está prevista na CLT; veja as regras e como funciona

Comum entre os trabalhadores, prática acontece em empresas, entretanto existem algumas regras e limites previstos na lei para a venda de férias.

IPTU atrasado gera multa para o contribuinte

A multa para o contribuinte que não paga o IPTU no prazo correto é acumulativa, e varia de acordo com o período de inadimplência do cidadão.