Tempestades podem atingir mais de mil municípios, alerta INMET

Vários estados brasileiros estão dentro da abrangência do alerta, que ainda informa da possibilidade de ventania forte e cortes de energia até 10h desta quinta (24/11).

Mais de mil municípios brasileiros estão sob o risco de receber chuvas intensas ou mesmo tempestades nas próximas horas. É o que revela o novo alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), sendo válido até às 10h00 de quinta-feira (24/11).

Leia também

“Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas”, afirma o comunicado do instituto, publicado no site do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos (Alert-AS), nesta quarta-feira (23).

Segundo a Escala Beaufort, usada para classificar a intensidade, um vento com a velocidade entre 89 km/h e 102 km/h é classificado como “tempestade”. Assim, quedas de árvores, deslizamentos e desabamento de estruturas são alguns dos riscos. Veja as áreas afetadas, de acordo com o Inmet, logo abaixo.

Áreas que poderão ser afetadas por tempestades

Ao todo, 39 áreas do Brasil estão incluídas no alerta para tempestades, e por isso, é preciso atenção redobrada para corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. No comunicado, o Inmet afirma que as possíveis áreas a serem afetadas pelas chuvas intensas são:

  1. Centro Goiano;
  2. Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba;
  3. Leste Goiano;
  4. Central Mineira;
  5. Ocidental do Tocantins;
  6. Centro-Sul Mato-grossense;
  7. Sul Goiano;
  8. Nordeste Mato-grossense;
  9. Leste de Mato Grosso do Sul;
  10. Oeste de Minas;
  11. Sul/Sudoeste de Minas;
  12. Centro Norte de Mato Grosso do Sul;
  13. Zona da Mata;
  14. Campo das Vertentes;
  15. Oriental do Tocantins;
  16. Norte Mato-grossense;
  17. Leste Rondoniense;
  18. Sudoeste Paraense;
  19. Sudeste Mato-grossense;
  20. Norte Goiano;
  21. Região Metropolitana de Belo Horizonte;
  22. Extremo Oeste Baiano;
  23. Sul Fluminense;
  24. Sul Amazonense;
  25. Noroeste Goiano;
  26. Vale do Paraíba Paulista;
  27. Sudoeste Mato-grossense;
  28. Baixadas;
  29. Centro Fluminense;
  30. Noroeste de Minas;
  31. Região Metropolitana do Rio de Janeiro;
  32. Norte de Minas;
  33. Vale São-Franciscano da Bahia;
  34. Distrito Federal;
  35. Centro Sul Baiano;
  36. Pantanais Sul Mato-grossense;
  37. Jequitinhonha;
  38. Sudeste Paraense;
  39. Madeira-Guaporé.

Alerta do Inmet segue válido para até as 10h desta quinta-feira, dia 24 de novembro de 2022.

O que fazer durante as tempestades?

Durante uma tempestade, é importante ficar longe de lugares abertos, como campos esportivos, pois há risco de descargas elétricas. Pelo mesmo motivo, também é aconselhável ficar fora da água e não tomar banho no mar ou em piscinas.

Além disso, quando um raio entra em contato com a água, causa uma grande dispersão de energia. Embora a eletricidade seja transmitida por toda a massa e apenas uma parte chegue ao banhista, o risco de ser eletrocutado ainda existe.

Também não é aconselhável refugiar-se debaixo de árvores ou perto de objetos isolados como outdoors ou postes de luz. É importante evitar o contato com estruturas metálicas longas como tubulações ou cercas de arame, pois são bons condutores de eletricidade.

Se estiver no carro, evite estacionar próximo a torres de transmissão e placas de propaganda. Por fim, dentro de casa, durante a tempestade não use aparelhos elétricos; use o telefone apenas em caso de emergência.

Em caso de dúvidas, busque informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Leia também


você pode gostar também

INMET alerta: grande risco de chuvas intensas em mais de 2,2 mil cidades

Alerta, válido até às 10h de sexta-feira (02/12), prevê grandes acumulados de chuva de 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia.

Nova CNH já está em vigor; veja como é possível emitir o documento

A nova versão da CNH está em vigor no país, mas os cidadãos precisam saber como é possível emitir o documento da habilitação dentro das novas regras.

Projeto prevê novo feriado nacional nos meses de abril; veja a data

O Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados prevê a criação de um novo feriado nacional nos meses de abril.

13º salário 2022: primeira parcela deve ser paga até hoje, 30

Trabalhadores brasileiros esperam o repasse da primeira parcela da gratificação natalina, que deve aliviar o orçamento familiar.

Veja o que fazer se o 13° salário não for depositado pelo empregador

O 13º salário é uma garantia paga ao profissional que possui carteira assinada. Veja o que fazer caso o valor não seja depositado.

Não votou no 1° turno? Prazo para justificar está acabando

Justificativa para quem não votou nas eleições 2022 pode ser realizada pelo aplicativo e-Título ou pelo sistema Justifica. Saiba os detalhes.