Horário de verão será retomado no país? Governo divulga sua decisão

O Ministério de Minas e Energia já anunciou o resultado dos estudos sobre uma possível volta do horário de verão em 2022.

Depois de três anos sem o horário de verão, muitas pessoas querem saber se a mudança nos relógios irá voltar em 2022. A alteração no fuso-horário brasileiro entre os meses de outubro e fevereiro foi abolida pelo atual governo no ano de 2019 depois de 34 anos.

Leia também

A medida era usada como uma forma de gerar economia de energia durante períodos de baixa nos reservatórios de água das usinas elétricas. No entanto, de 2019 para 2020, o presidente Jair Bolsonaro decretou o fim do horário de verão, que existia desde 1985. Segundo ele, a economia observada no ano anterior tinha sido quase nula.

Na época, o Ministério de Minas e Energia (MME) avaliou dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) sobre como o fim da medida poderia afetar a população. Então, o MME explicou que a tradição de adiantar o fuso em uma hora não estava deixando a conta de luz mais barata e, por isso, poderia ser extinguida sem problemas.

Horário de verão vai voltar em 2022?

Nesta quarta-feira, 07 de setembro, o MME se pronunciou sobre a retomada do horário de verão em 2022. De acordo o Ministério, essa é uma ideia descartada por não haver tempo suficiente para verificar se haveria economia com os custos de eletricidade. Desse modo, não é possível confirmar benefícios com a volta do fuso-horário.

O Ministério de Minas e Energia informou que começou a fazer pesquisas para dar continuidade à medida que adiantava o dia em uma hora. Porém, técnicos da pasta perceberam ser necessário estudar mais a fundo os efeitos do horário de verão sobre a conta de luz. Sem uma avaliação da ONS, retomar a medida é inviável.

“A ONS busca, em caráter permanente, alternativas para aprimorar as políticas públicas voltadas para o setor elétrico brasileiro. Sendo assim, o estudo solicitado sobre a viabilidade do horário de verão é atualizado anualmente para que seja avaliada a efetividade da implantação da medida”, pontuou a ONS em nota.

Segundo os técnicos do MME, caso o fuso fosse reintegrado, seria necessário dar o aviso com dois meses de antecedência. Isso porque, a partir do anúncio, diferentes empresas e bancos poderiam se organizar com antecedência. O horário de verão teria início no terceiro domingo do mês de outubro e, portanto, o aviso deveria ter sido divulgado em agosto.

Conta de luz ficará mais cara?

A volta do horário de verão em 2022 seria voltada para gerar economia nas tarifas de energia. Contudo, a medida continuará sem valer pelo quarto ano seguido. Dessa forma, surge uma preocupação com a conta de luz para os próximos meses. A previsão mais recente é para este mês de setembro.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o mês de setembro manterá a bandeira verde nas cobranças de eletricidade. Isso significa que não haverá custos extras por enquanto, já que os níveis dos reservatórios de água continuam acima de 50%. Para o mês de outubro, a Aneel ainda fará o anúncio.

Leia também


você pode gostar também

IR: último lote da restituição é pago HOJE (30) para 1,2 milhão de pessoas

Receita Federal paga, nesta sexta-feira (30/09), o último lote da restituição do IR. Veja se tem direito aos valores disponíveis.

ESTE concurso tem ganhos de R$ 33,6 MIL; vagas para diversos estados

Concurso público com ganhos de mais de R$ 33 mil tem inscrições abertas. As vagas estão espalhadas por diferentes estados brasileiros.

Eleições 2022: posso votar de bermuda e chinelo? Veja regras do TSE

De acordo com as questões estabelecidas pelo TSE, é preciso cumprir determinadas regras no dia de votação com relação às vestimentas. Descubra se é possível votar de bermuda, entre outros detalhes.

Salário mínimo 2023: afinal qual é o VALOR do piso? Já está confirmado?

Nova estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi divulgada recentemente. Veja previsão do salário mínimo para 2023.

Carteira Digital de Trânsito MUDOU; veja como acessar os novos recursos

Nova versão do aplicativo Carteira Digital de Trânsito tem design atualizado. O app permite o pagamento de multas com desconto.

Concursos públicos VÃO mudar: governo edita decreto sobre regras

As novas regras sobre os concursos públicos afetam diretamente os critérios de reprovação estabelecidos pelas bancas organizadoras, assim como a prorrogação de prazos no edital.