Conta de luz: Aneel autoriza aumento na cobrança em 6 estados

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autoriza aumento na cobrança da conta de luz em oito distribuidoras de energia em seis estados.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajustes na conta de luz e seis estados brasileiros terão aumento na cobrança da energia elétrica. As alterações foram registradas em oito distribuidoras em seis estados diferentes, segundo dados da agência.

Leia também

O maior reajuste de tarifas para grandes distribuidoras foi autorizado em favor da Elektro, em mais de 23%. As novas tarifas passam a valer ainda neste mês de agosto. A correção dos valores foi autorizada para empresas que atuam nos estados do Paraná, Santa Catarina, Paraíba, Maranhão, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Conta de luz: Aneel autoriza aumento na cobrança

Aumento na conta de luz, aumento na energia elétrica
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

O maior aumento na conta de luz foi identificado pela Elektro Redes. A empresa obteve autorização para um reajuste de 10,8% para os consumidores residenciais. São aproximadamente 2,8 milhões de imóveis atendidos, em 223 municípios do estado de São Paulo e outras cinco cidades no Mato Grosso do Sul.

Para os consumidores de alta tensão, que são as indústrias e demais empresas de grande porte, o reajuste será em 23,7%. O aumento médio é de 7% nas demais distribuidoras autorizadas. São elas:

  • Decelt, no estado de Santa Catarina, com aumento de 7,49% para consumidores residenciais e 8,22% para alta tensão;
  • Eflua, no estado de Santa Catarina, aumento de 8,32% para consumidores residenciais e 31,94% para alta tensão;
  • EFLJC, no estado de Santa Catarina, com aumento de 6,95% para consumidores residenciais e 0,69% para alta tensão;
  • Cooperaliança, no estado de Santa Catarina, com alta de 7,38% para consumidores residenciais e 3,46% para indústrias;
  • Equatorial, no estado do Maranhão, com aumento de 1,37% para consumidores residenciais e 3,68% para as indústrias;
  • EPB, no estado da Paraíba, com alta de 0,46% para residências e 3,49% para alta tensão;
  • A Forcel, no estado do Paraná, teve reajuste de 0,75% nas contas de luz para baixa tensão. Já para as indústrias e consumidores de alta tensão, a redução será de 12,04%.

A Aneel informou que a redução no valor do ICMS, que incidiu nos combustíveis e na conta de luz, ajudou a conter as tarifas. É importante ressaltar que os reajustes ocorrem todos os anos, levando em consideração o contrato de concessão de energia elétrica das áreas de atuação.

Reajuste das bandeiras tarifárias

Os novos valores das bandeiras tarifárias começaram a valer no mês de julho. Contudo, os consumidores não precisam se preocupar com as altas nas cobranças, pois a Agência continua mantendo a bandeira verde. O acréscimo dos valores conforme a bandeira se deve, entre outros fatores, aos dados do mercado de compra de energia durante o período de escassez hídrica em 2021.

É importante ressaltar que, até maio de 2022, os consumidores estavam pagando suas contas de luz com uma bandeira especial, que custava R$ 14,20 a mais para cada 100 kWh consumidos. Com a mudança, foi estabelecido que:

  • Bandeira verde: indica condições favoráveis de geração de energia no país, e não possui um custo adicional;
  • Bandeira amarela: indica condições menos favoráveis e o custo sobe de R$ 1,874 para R$ 2,989 para cada 100 kWh consumidos. O aumento corresponde a 59,5%;
  • Bandeira vermelha 1: indica condições menos favoráveis, e o custo passa de R$ 3,971 para R$ 6,500 para cada 100 kWh consumidos. A tarifa teve um aumento de 63,7%;
  • Bandeira vermelha 2: indica condições menos favoráveis, e o custo passa de R$ 9,492 para R$ 9,795 para cada 100 kWh consumidos. Registrando um aumento de 3,2%.

Leia também


você pode gostar também

IR: último lote da restituição é pago HOJE (30) para 1,2 milhão de pessoas

Receita Federal paga, nesta sexta-feira (30/09), o último lote da restituição do IR. Veja se tem direito aos valores disponíveis.

ESTE concurso tem ganhos de R$ 33,6 MIL; vagas para diversos estados

Concurso público com ganhos de mais de R$ 33 mil tem inscrições abertas. As vagas estão espalhadas por diferentes estados brasileiros.

Eleições 2022: posso votar de bermuda e chinelo? Veja regras do TSE

De acordo com as questões estabelecidas pelo TSE, é preciso cumprir determinadas regras no dia de votação com relação às vestimentas. Descubra se é possível votar de bermuda, entre outros detalhes.

Salário mínimo 2023: afinal qual é o VALOR do piso? Já está confirmado?

Nova estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi divulgada recentemente. Veja previsão do salário mínimo para 2023.

Carteira Digital de Trânsito MUDOU; veja como acessar os novos recursos

Nova versão do aplicativo Carteira Digital de Trânsito tem design atualizado. O app permite o pagamento de multas com desconto.

Concursos públicos VÃO mudar: governo edita decreto sobre regras

As novas regras sobre os concursos públicos afetam diretamente os critérios de reprovação estabelecidos pelas bancas organizadoras, assim como a prorrogação de prazos no edital.