Concurso TSE Unificado prevê abertura de 205 vagas para 2023

Concurso TSE Unificado tem objetivo de abranger os Tribunais Regionais Eleitorais em um único certame. Edital segue previsto para o ano que vem.

Concurso TSE Unificado está previsto para 2023. Movimentações vêm sendo identificadas para que o certame seja realizado em 2023 de forma unificada. Ou seja, por meio de um único edital, irá atender as necessidades de diversos Tribunais Regionais Eleitorais por todo o país.

Leia também

Recentemente, o órgão federal solicitou a todos os Tribunais Regionais Eleitorais um levantamento sobre os cargos vagos e do quantitativo de vagas solicitadas para um próximo edital. Dessa forma, o Tribunal Superior Eleitoral espera se organizar para iniciar o processo de definição da banca organizadora.

Concurso TSE Unificado: vagas previstas

O edital tem objetivo de contemplar Tribunais Regionais Eleitorais de forma centralizada, e já conta com o pedido de participação de, pelo menos, 12 órgãos. Nessa modalidade de certame unificado, ficam os TREs desobrigados a incluir em suas propostas orçamentárias verbas, ficando o TSE encarregado pela escolha da banca da seleção de abrangência nacional.

As vagas previstas são para o cargo de Técnico (nível médio) e Analista (nível superior). Confira quais órgãos já solicitaram vagas, conforme Portaria 502, de 25 maio de 2022:

ÓrgãoVagas para AnalistaVagas para TécnicoTOTAL
TSE3710
TRE AC134
TRE AL2810
TRE AM347
TRE BA101626
TRE CE44
TRE DF224
TRE ES123
TRE GO257
TRE MA257
TRE MT325
TRE MS145
TRE MG42832
TRE PA156
TRE PB134
TRE PR246
TRE PE156
TRE PI123
TRE RJ31013
TRE RN134
TRE RS3710
TRE RO156
TRE SC235
TRE SP
TRE SE134
TRE TO123
TRE RR235
TRE AP156
TOTAL55150205

Vale lembrar que este não seria o primeiro concurso unificado realizado pelo TSE. No ano de 2007, o órgão publicou um edital destinado ao preenchimento de vagas no TRE RJ, TRE RO, TRE AC e TRE RR.

Último concurso TSE

O edital do último concurso público realizado pelo TSE aconteceu em 2011, com abertura de vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para cargos de Analista e Técnico Judiciário.

A remuneração inicial total para o cargo de Técnico Judiciário foi de R$ 4.052,96, que exigia o nível médio ou médio com curso de Programação de Sistemas.

Para as vagas de Analista Judiciário a remuneração inicial era de R$ 6.611,39. O cargo era destinado a profissionais de nível superior e esteve dividido nas áreas Administrativa, Apoio Especializado e Judiciária.

Para a área administrativa puderam concorrer candidatos de nível superior de qualquer área. Também tiveram oportunidades específicas para profissionais de Ciências Contábeis e Pedagogia.

Para os candidatos com formação nas especialidades de Biblioteconomia, Engenharia Elétrica, Análise de Sistemas, Arquivologia, Engenharia Mecânica, Estatística e Psicologia puderam disputar uma das vagas de apoio especializado.

Por fim, quem possuía formação em Direito poderia concorrer às vagas na área judiciária.

O certame foi realizado sob responsabilidade da banca organizadora Consulplan, sendo cobrada uma taxa de R$ 72,00 para o cargo de Analista Judiciário e R$ 55,00 para o cargo de Técnico Judiciário.

Etapas do concurso TSE

As provas escrita objetivas do último concurso foram realizadas em turnos diferentes, conforme o cargo, com duração de cinco horas. Houve também prova discursiva e análise dos títulos, mas apenas para os candidatos ao cargo de Analista Judiciário.

Segundo o TSE e a Consulplan, no total, foram registradas 102.633 inscrições e o cargo mais procurado foi o de Técnico Judiciário, na área administrativa.

Para esse cargo houve 54.835 candidatos, representando mais da metade dos participantes.

Já nos cargos de nível superior, os mais concorridos foram de:

  • Analista Judiciário, na área Administrativa (19.233 candidatos);
  • Analista Judiciário, na área Judiciária (15.155 candidatos); e
  • Analista Judiciário, Apoio Especializado, na área de Análise de Sistemas (3.346 candidatos).

Leia também


você pode gostar também

CNH: fim das autoescolas e do curso teórico em 2022? Veja o que se sabe

O processo para obter CNH é bastante demorado e custoso. Há rumores quanto ao fim das autoescolas e do curso teórico em 2022. Saiba os detalhes.

Quais são os direitos de quem é demitido sem justa causa em 2022?

Os trabalhadores demitidos sem justa causa têm resguardo da Consolidação das Leis Trabalhistas, mas também da Constituição Federal, recebendo indenizações e benefícios.

Vale-refeição: com novas regras aprovadas, o que muda no benefício?

Medida Provisória que estabelece novas regras para o vale-refeição segue para aprovação ou veto do Presidente.

Novo RG (CIN) em 2022: veja quem já pode emitir o novo documento

O novo RG está sendo emitido por alguns estados brasileiros, mas a previsão é que a emissão fique disponível em todo o território nacional somente a partir de março de 2023.

CNH: projeto da Câmara prevê novas regras para autoescolas; entenda

Proposta visa reduzir os custos das autoescolas com os veículos para formação de condutores, ampliando a idade máxima dos automóveis utilizados nas instituições.

Nota Fiscal Paulista: governo libera R$ 35,6 milhões; veja quem já pode sacar

Consumidores poderão usufruir dos créditos liberados pela Nota Fiscal Paulista. Há um prazo de um ano para resgatar os valores.