Novas multas de trânsito começam a valer em todo o país; o que mudou?

Novas multas de trânsito passaram a valer no país em abril de 2022. Multas por excesso de peso e sanções às empresas estão entre mudanças.

Novas regras de trânsito já estão valendo no país desde abril de 2022. As modificações correspondem ao resultado da Lei nº 14.229/2021, publicada em outubro de 2021, que faz alterações no Código de Trânsito Brasileiro, e estão sendo implementadas no país de maneira gradativa. Dentre elas, estão as novas multas de trânsito.

Algumas normas já começaram a valer e outras serão aplicadas a partir de 1º de janeiro do ano que vem. As que estão vigentes tratam, por exemplo, de temas como multas por excesso de peso, sanções para empresas e mudanças no processo de suspensão e cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Novas multas de trânsito começam a valer em todo o país

A infração por excesso de peso, que é aplicada aos transportes de carga, foi flexibilizada com a mudança no Código de Trânsito Brasileiro, pois foram acrescidos trechos que regulamentam a aplicação de multas relacionadas à infração.

O fabricante deverá mostrar o limite de peso por eixo, em lugar que esteja visível na estrutura do veículo e no Renavam, conforme definição do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Caso a especificação não seja atendida, essa infração de natureza média desconta 4 pontos na carteira.

A multa será de R$ 130,16, acrescida de valor referente ao sobrepeso. A lei também trata da autorização especial concedida para tráfego de veículos acima do peso permitido, desde que atenda casos especiais, como trânsito em áreas rurais e que não possuem pavimentação.

Outra mudança determina que as empresas proprietárias de veículos devem pagar um valor maior pelas multas que receberem quando não houver indicação de condutor infrator.

A indicação de condutor é um procedimento obrigatório nos casos de transgressões registradas em veículos de propriedade de pessoa jurídica. Isso porque a pontuação referente a essas infrações são aplicadas à CNH do condutor indicado.

O condutor que cometer uma infração de natureza grave receberá uma multa comum de R$ 195,23. Já a multa pela não identificação de condutor custará R$ 390,46 à empresa.

Bloqueio da CNH

Ainda de acordo com as novas mudanças, a partir de agora, durante os processos de cassação ou suspensão da CNH, o motorista não terá mais a habilitação bloqueada, nem pode ser impedido de renovar o documento.

Isso quer dizer que o motorista só terá o documento bloqueado quando todo o processo administrativo for finalizado.

Leia também

você pode gostar também