Preço médio da gasolina registra alta; confira os valores atualizados

Reajuste da Petrobras já começa a impactar os postos de combustíveis no país. Preço médio da gasolina já começa a subir.

Recentemente a Petrobras anunciou um reajuste nos valores dos combustíveis nas suas refinarias. Com isso, os novos valores começam a chegar aos postos do país. O preço médio da gasolina registrou alta nos últimos dias, apontam dados do IPTL.

Vale ressaltar que o IPTL é um índice criado pela Ticket Log, uma das maiores empresas de logística do Brasil. Para fazer a média nacional dos preços dos combustíveis, o IPTL verifica diariamente os valores nas bombas em cerca de 18 mil postos parceiros espalhados pelo país.

Gasolina registra alta no preço

Os preços dos combustíveis começaram a subir no país mais uma vez. Destaque para o diesel S10 que teve alta de quatro centavos em apenas três dias. O gás natural também registrou alta, só que de três centavos. O preço médio da gasolina sofreu reajuste de um centavo e deve continuar subindo. Por enquanto, somente o etanol apresenta uma certa estabilidade.

continua depois da publicidade

Confira os preços médios atuais (17 de janeiro de 2022):

  • Gasolina: R$ 6,877;
  • Etanol: R$ 5,704;
  • Diesel Comum S10: R$ 5,722;
  • Diesel: R$ 5,657;
  • Gás natural: R$ 4,581.

Compare com os preços do dia 14 de janeiro de 2022:

  • Gasolina: R$ 6,868;
  • Etanol: R$ 5,709;
  • Diesel Comum S10: R$ 5,682;
  • Diesel: R$ 5,595;
  • Gás natural: R$ 4,558.

Preço da gasolina: tendência é de mais altas

A tendência é de que o preço médio da gasolina suba ainda mais no país. No dia 11 de janeiro, a Petrobras anunciou um reajuste no preço da gasolina para o dia seguinte. De acordo com a empresa, o combustível sairá de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro, nas refinarias.

O diesel teve uma alta ainda mais expressiva e por isso já vem sendo sentida de forma mais rápida que a gasolina. Nas refinarias, o diesel passou de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro.

Como muitos postos ainda possuíam o estoque no preço antigo, muitos lugares não fizeram o reajuste imediatamente. Entretanto, com o passar dos dias o preço irá aumentar nas bombas.

Novamente, a Petrobras justificou que o aumento do preço visa garantir o abastecimento e ao mesmo tempo seguir sua política de venda de combustível. Conforme a empresa, a taxa de câmbio e o aumento dos valores no mercado internacional fizeram com que os reajustes tivessem de ser adotados.

Leia também

você pode gostar também