Como se tornar MEI em 2022? Confira os documentos necessários

É possível se tornar MEI abrindo um registro pelo site do governo federal. O cadastramento é rápido, levando apenas alguns minutos.

Abrir um registro MEI (Microempreendedor Individual) garante ao trabalhador uma série de direitos formais, como a aposentadoria por exemplo. A partir dele, você pode abrir uma microempresa e obter seu CNPJ. O governo possui uma lista de profissões que podem entrar nessa categoria.

Leia também

É importante ressaltar que depois de se registrar, o trabalhador passa a contribuir mensalmente com a Previdência por meio do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). A quantia recolhida está em torno de 10% do salário mínimo após o reajuste desse.

Quem pode se tornar MEI?

Antes de se cadastrar, é necessário verificar se a sua ocupação está catalogada entre as permitidas para um microempreendedor individual. Se sim, também é necessário cumprir uma série de requisitos para abrir o MEI:

  • Ter faturamento anual de até R$ 81 mil ou mensal de R$ 6.750,00;
  • Não ter participação como dono ou sócio de outra empresa;
  • Ter, no máximo, um funcionário contratado.

Como abrir um MEI?

O procedimento é realizado totalmente pela internet por meio do site do governo. Em apenas alguns minutos, você poderá formalizar a sua profissão. Nesse caso, o trabalhador deve ter alguns documentos em mãos:

  • CPF;
  • Título de eleitor,
  • CEP residencial e do local onde a atividade será exercida (confira na Prefeitura se o endereço pode ser utilizado como comercial);
  • Número das duas últimas declarações do Imposto de Renda;
  • Número de celular ativo.

Para abrir o MEI, siga os passos:

  1. Entre na página do Empreendedor, na aba “Quero ser MEI”;
  2. Clique o cartão “Formalize-se!”;
  3. Faça o login na sua conta Gov.BR. Se ainda não for cadastrado, registre-se no portal;
  4. Informe o seu Título de Eleitor e clique em “Continuar”;
  5. Confira os dados preenchidos automaticamente e preencha as informações restantes (RG, telefone, e-mail, nome fantasia do seu MEI e capital social [valores investidos no negócio]);
  6. No campo “Atividade”, detalhe qual será o trabalho da sua empresa;
  7. Em “Ocupação”, pesquise e selecione a atividade que você vai realizar;
  8. Em “Ocupações Secundárias”, escolha outros itens que você queira vincular à sua empresa;
  9. Preencha as informações de endereço e marque as declarações de desimpedimento de funcionamento e nos termos de responsabilidade;
  10. Preencha os dados pessoais e confirme. Na tela seguinte, você verá o número do seu CNPJ;
  11. Clique em “Emitir CCMEI” e faça o download do seu certificado de microempreendedor individual.

Leia também

você pode gostar também

Concurso INSS: saiba o que você pode levar nas provas deste domingo, 27

O concurso INSS é um dos certames mais aguardados pelos concurseiros no Brasil. Saiba o que levar e o que não é permitido durante as provas.

Piso da Enfermagem: Câmara cria comissão especial para avaliar PEC

A Câmara dos Deputados estabeleceu uma comissão especial para avaliar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pode destravar o piso para Enfermagem.

13º salário: veja regras e quem tem direito ao valor neste ano de 2022

O 13º salário corresponde a um benefício trabalhista previsto na legislação brasileira, mas existem regras para determinar quem tem direito ao valor neste ano de 2022.

Concurso INSS: Cebraspe aplica provas neste domingo, 27

Avaliações do concurso INSS cobrarão diversos conhecimentos do candidato. Saiba também como conferir o local de prova.

Salário mínimo 2023 tem novo valor previsto; alta pode ser de até 1,4%

Com as negociações da equipe de transição do presidente eleito Lula, salário mínimo 2023 tem novo valor previsto, baseado no método de aumento real.

INMET alerta: chuvas intensas podem atingir mais de 1,2 mil cidades do país

Alerta foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na manhã desta sexta-feira (25) e tem validade até amanhã, dia 26/11, às 10h.