Caixa Tem: empréstimos de até R$ 1 mil são liberados pelo app; veja regras

Empréstimos no Caixa Tem são para pessoas com CPF regular. Dívida pode ser paga em até 24 parcelas com juros abaixo de 4%.

A Caixa Econômica Federal liberou uma nova linha de crédito com empréstimos de até R$ 1 mil. Os recursos podem ser obtidos para quem é registrado no aplicativo Caixa Tem (Android e iOS). O empréstimo é online, sem necessidade de ir até uma agência do banco.

Como o Caixa Tem é a principal plataforma de movimentação de recursos como o Bolsa Família e o auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal decidiu implementar diversos serviços na ferramenta. Com isso, existem opções de Pix, transferências, pagamento de contas e cartão de débito virtual.

Como obter o empréstimo de até R$ 1 mil

Segundo a Caixa, os empréstimos da nova linha de crédito só podem ser solicitados a partir do momento em que o interessado atualize seu cadastro no Caixa Tem. No entanto, as atualizações só foram liberadas para nascidos entre janeiro e abril. Um calendário (disponível no final da matéria) foi criado para a liberação dos outros clientes.

Quando o interessado realizar a atualização, basta fazer o pedido do crédito no Caixa Tem. Uma análise será realizada, sendo que pessoas com CPF negativados não poderão obter o dinheiro. Também é exigido que haja limite disponível na conta. Caso os requisitos sejam cumpridos, o recurso será repassado.

Os valores da linha de crédito variam entre R$ 300 e R$ 1 mil, sendo que a taxa de juros prevista é de 3,99% ao mês. É possível dividir os pagamentos da dívida em até 24 parcelas.

O empréstimo possui duas modalidades, sendo a primeira para despesas pessoais (Empréstimo Caixa Tem Pessoal). A outra, denominada de Empréstimo Caixa Tem para o Seu Negócio é voltada para pequenos empresários.

Calendário de liberação do empréstimo no Caixa Tem

Como informado, nascidos entre os meses de janeiro e abril já podem atualizar seus cadastros no Caixa Tem e, consequentemente, solicitar a linha de crédito. Veja o cronograma de atualização do divulgado pela Caixa Econômica Federal e as datas previstas:

  • Maio e junho: 8/11;
  • Julho e agosto: 29/11;
  • Setembro e outubro: 13/12;
  • Novembro e dezembro: 27/12.

Leia também

você pode gostar também