Concurso IBGE: Censo terá início em junho de 2022, afirma presidente do instituto

Concurso IBGE deve ser realizado em 2022 para que haja o Censo Demográfico no país. Pandemia impediu o certame duas vezes.

O concurso IBGE deverá ser realizado em 2022 para garantir o Censo Demográfico, adiado duas vezes por conta da pandemia. A confirmação foi feita pelo presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Eduardo Rios Neto.

Segundo ele, já existe até uma data para o início do Censo. “O teste em Paquetá é um marco inicial para uma série de outros testes que preparam o início da coleta do Censo ano que vem, em 1º de junho de 2022”, disse o presidente do instituto.

Censo foi adiado duas vezes

A pandemia fez com que o Censo fosse adiado duas vezes. Originalmente, o levantamento ocorreria no ano de 2020. Agora, a previsão é de que em 2022, finalmente a pesquisa seja feita. O governo já até separou as verbas, estando presentes no Projeto de Lei Orçamentária Anual do ano que vem.

O Censo é uma das principais pesquisas realizadas no país. De dez em dez anos, o IBGE entrevista toda a população brasileira. A partir disso o governo consegue analisar qual a situação econômica e social dos brasileiros, tendo noção de onde investirá os recursos.

Concurso IBGE 2022: vagas e remunerações para o Censo

Se o instituto mantiver a mesma quantidade de vagas previstas para 2021, o concurso IBGE terá 204.307 vagas temporárias para o Censo Demográfico. Naquela época, as oportunidades (de níveis médio e fundamental) e remunerações foram divididas da seguinte maneira:

  • Recenseador: 181.898 vagas (remuneração varia conforme desempenho);
  • Agente Censitário Municipal (ACM): 5.450 vagas (R$ 2.100,00);
  • Agente Censitário Supervisor (ACS): 16.959 vagas (R$ 1.700,00).

Portanto, ainda será necessário que o IBGE e o Cebraspe, banca organizadora, confirmem a quantidade de vagas e as remunerações de forma oficial.

O que deve cair nas provas

É provável que para Agente de Pesquisa e Mapeamento serão 60 questões sobre:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática e Raciocínio Lógico;
  • Ética no Serviço Público;
  • Geografia.

Por outro lado, a prova para Supervisor de Coleta e Qualidade contará com:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática e Raciocínio Lógico;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Administração e Situações Gerenciais;
  • Geografia.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais