Concurso PM ES: novo certame confirmado para 2021

Concurso PM ES (Polícia Militar do Espírito Santo) não deverá ser afetado por decreto de contingenciamento e tem grandes chances de sair em 2021.

No que depender dos esforços do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, o novo concurso público para a Polícia Militar (concurso PM ES) deve ser lançado o quanto antes.

A informação do gestor foi divulgada no dia 02 de dezembro de 2020, em evento realizado na Assembleia Legislativa do Estado (Ales), para a apresentação do relatório de sua administração.

“Na área de segurança pública até 2022 serão 400 milhões de reais de investimento nas três forças da segurança pública. Nosso desejo é fazer um concurso por ano“.

Casagrande disse ainda que primeiramente o Estado vai resolver pendências de certames anteriores e depois realizar novas seleções.

“Resolvemos esse concurso da Polícia Civil, da Polícia Militar e dos Bombeiros, reabrimos o concurso de Delegado, pois o que estava em andamento não tinha conserto. E vamos fazer concurso para Policial Militar, Civil e Bombeiros no ano que vem“, concluiu.

Situação atual do concurso PM ES

A situação atual do concurso PM ES é favorável. Além de toda a confirmação do governador, que explicitamos acima, tudo indica que esse edital não será afetado pelo decreto governamental de contingenciamento dos gastos públicos (decreto nº 4818-R).

O decreto foi publicado em fevereiro de 2021 e causou apreensão, porque é bastante direto no que diz respeito à proibição de abertura de novos concursos públicos no Espírito Santo:

“Ficam suspensas, ainda, na Administração Direta e Indireta vinculadas ao Governo do Estado do Espírito Santo as seguintes medidas:

I – abertura e realização de concurso público para o provimento de cargos efetivos e novas contratações de servidores temporários (…);

II – criação de cargos, empregos ou funções, excetuando aqueles cuja criação seja por fusão, incorporação ou readequação de funções (…)”.

No entanto, a Secretaria de Economia e Planejamento do Espírito Santo (SEP) confirmou ao jornal “Folha Dirigida” que em 2021 “serão realizados os concursos públicos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021”.

E, como se sabe, o concurso da Polícia Militar está, sim, previsto na LOA 2021.  

Último concurso PM ES

O último concurso público da corporação militar capixaba foi organizado pelo Instituto AOCP em 2018. A meta foi prover 290 vagas na Polícia Militar, todas para quem possui o ensino médio como instrução mínima.

Os cargos foram os seguintes:

  • Edital 001/2018: Soldado Combatente (QPMP-C) – 250 vagas;
  • Edital 002/2018: Soldado Músico (QPMP-M) – 10 vagas;
  • Edital 003/2018: Curso de Bacharelado em Ciências Policiais e Segurança Pública – Quadro de Oficiais Combatentes – 30 vagas.

Requisitos do último concurso PM ES

Além da escolaridade mínima (o ensino médio completo) o candidato precisava:

  • ser brasileiro;
  • ter altura mínima, descalço e descoberto, de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres;
  • estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos;
  • estar em dia com suas obrigações militares, se for do sexo masculino;
  • ser aprovado dentro do limite de vagas;
  • estar em dia com toda a documentação exigida;
  • ser aprovado no exame de aptidão física;
  • ser aprovado no exame psicossomático;
  • ser aprovado nos exames de saúde;
  • ser aprovado em exame toxicológico/antidoping;
  • ser aprovado em investigação social;
  • não apresentar tatuagem definitiva situada em membros inferiores, superiores, pescoço, face e cabeça, que não possa ser coberta por uniforme de educação física da corporação;
  • possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão para dirigir automóvel, no mínimo na categoria “B”;
  • ter, no mínimo, 18 anos de idade na data de matrícula no Curso de Formação e, no máximo, 28 anos;
  • ser aprovado com aproveitamento no respectivo Curso de Formação; e
  • conhecer o Hino Nacional Brasileiro.

Remuneração do último concurso PM ES

As remunerações foram diferenciadas para cada processo de formação e incorporação.

Os Soldados Combatentes e Soldados Músicos teriam subsídio bruto, enquanto aluno, de R$ 1.220,30.

Após a incorporação, passariam a receber R$ 2.778,43 e R$ 2.778,42, respectivamente.

Por fim, para os que fossem ingressar no Curso Formação para o Quadro de Oficiais Combatentes, a remuneração do 1º, 2º e 3º anos seria de R$ 2.584,16, R$ 3.158,42 e R$ 3.445,55, respectivamente.

Esse valor mudaria para R$ 5.823,07, quando o aprovado atingisse a condição de Aspirante a Oficial.

Para se inscrever, os candidatos pagaram R$ 60,00 ou R$ 120,00.

Etapas do concurso PM ES

Os candidatos do concurso PM ES foram submetidos, em um primeiro momento, a prova objetiva e prova de redação. As etapas seguintes foram:

  • exame de aptidão física;
  • exame psicossomático;
  • investigação social;
  • exames de saúde;
  • entrega de documentação para fins de classificação;
  • classificação final e matrícula;
  • realização do respectivo Curso de Formação; e
  • resultado final e encerramento do Curso.

As provas foram aplicadas nas cidades de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Venda Nova do Imigrante e Vitória.

Último concurso Bombeiros Militares do ES

O concurso para o Corpo de Bombeiros também foi realizado pelo Instituto AOCP no mesmo ano de 2018. O edital 004/2018 ofertou sete vagas no Quadro de Oficial Combatente Bombeiro Militar (QOCBM).

Já o edital 005/2018 abriu 120 chances para Soldado Combatente Bombeiro Militar no Quadro de Praças Combatentes Bombeiros Militares (QPCBM).

Para disputar uma das vagas, os critérios foram os mesmos da PM ES: ensino médio completo, altura mínima de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo na categoria “B”, e cumprir demais requisitos.

Remunerações do concurso Bombeiros ES

No Quadro de Oficial Combatente Bombeiro Militar (QOCBM), a remuneração bruta enquanto Aluno no Curso de Formação foi a seguinte:

  • 1º ano – R$ 2.584,16
  • 2º ano – R$ 3.158,42
  • 3º ano – R$ 3.445,55.

Já a remuneração bruta no cargo de Aspirante a Oficial do QOCBM foi, na época, de R$ 5.823,07.

O posto de Soldado Combatente Bombeiro Militar no Quadro de Praças Combatentes Bombeiros Militares (QPCBM) teve uma remuneração bruta inicial de R$ 1.220,30, enquanto aluno estivesse no Curso de Formação.

Após a incorporação no CBMES a remuneração bruta inicial seria de R$ 2.778,43.

Etapas do concurso Bombeiros ES

As etapas do certame para o CBM ES foram:

  • Prova objetiva e redação;
  • Entrega dos documentos para aferição de idade máxima;
  • Exame de aptidão física;
  • Exame psicossomático;
  • Investigação social;
  • Exames de saúde;
  • Entrega de documentação para fins de classificação;
  • Classificação final e matrícula;
  • Realização do respectivo Curso de Formação; e
  • Resultado final e encerramento do Curso.

Leia também

você pode gostar também

Concurso PPGG DF tem banca definida; 250 vagas estão previstas em certame

O concurso PPGG DF (Políticas Públicas e Gestão Governamental do Distrito Federal) tem edital previsto com oportunidades de nível superior.

IBGE abre 15 mil vagas para recenseadores: inscrições prorrogadas

Processo seletivo IBGE anuncia oportunidades imediatas e temporárias para nível fundamental completo. Seleção simplificada acontece via pontuação por escolaridade.

Concurso TSE Unificado prevê abertura de 205 vagas para 2023

Concurso TSE Unificado tem objetivo de abranger os Tribunais Regionais Eleitorais em um único certame. Edital segue previsto para o ano que vem.

Concurso Polícia Técnica BA: 456 vagas; organizadora contratada

Concurso Polícia Técnica BA: edital para 456 vagas no quadro do Departamento de Polícia Técnica da Bahia quase saindo.

Concurso SES DF: mais de 4 mil vagas, entre imediatas e cadastro reserva

Concurso SES DF (Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal), com mais de 4 mil vagas, está com Grupo de Trabalho formado.

IBGE abre seleção simplificada; 398 vagas imediatas em 14 estados

Processo seletivo IBGE anuncia oportunidades temporárias para profissionais com ensino médio completo.