Como saber se vou receber o Bolsa Família de R$ 600 em 2023?

Com o retorno do Bolsa Família no próximo ano, é importante que as pessoas fiquem atentas às regras do programa. Leia e entenda a seguir.

De acordo com a equipe de transição do novo governo eleito, que tem como presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o programa assistencial Auxílio Brasil voltará a se chamar Bolsa Família em 2023.

Além da alteração do nome, o sistema de transferência de renda passará por algumas outras mudanças. Até porque, recentemente, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento de 2023. O projeto, agora, seguirá para sanção do presidente da República.

Em suma, o documento propõe que:

  • Seja mantido o valor de R$ 600, que é pago atualmente pelo Auxílio Brasil, para as famílias beneficiárias do Bolsa Família em 2023;
  • Seja incluído o pagamento extra no valor de R$ 150 por criança de até seis anos de idade;
  • Ocorra a elevação do salário mínimo vigente de R$1.212,00 para R$ 1.320 no próximo ano;
  • Entre outros pontos.

Confira a seguir quais são as regras do Auxílio Brasil que devem seguir com o Bolsa Família, as alterações e como consultar o novo benefício que retornará em 2023.

Quais são as regras que podem continuar com o Bolsa Família?

O Auxílio Brasil é benefício concedido às famílias brasileiras que vivem em situação de vulnerabilidade social, isto é, em situações de pobreza e extrema pobreza e que possuem entre seus membros, mulheres grávidas ou menores de 21 anos.

Além disso, para receber o Auxílio Brasil, é necessário ter o cadastro no CadÚnico e possuir uma renda mensal familiar de até R$ 105,00 ou entre R$ 105,01 e R$ 210,00. Em 2023, com o retorno do Bolsa Família, essas regras de elegibilidade podem continuar valendo de igual forma.

Quais são as mudanças previstas com a volta do programa Bolsa Família?

Com a volta do programa governamental Bolsa Família, os principais pontos é quanto à manutenção do pagamento do benefício no valor de R$ 600 em conjunto com um adicional de R$ 150 por cada criança de até seis anos de idade.

Essas medidas que constam no Orçamento de 2023 já foram aprovadas pelo plenário e aguardam a sanção do presidente da República.

É importante destacar que a PEC da Transição (PEC 32/22) liberou R$ 145 bilhões em despesas dos Ministérios e mais recursos para investimentos do governo.

Desse modo, aproximadamente R$ 70 bilhões de reais serão destinados ao programa Bolsa Família a fim de que as parcelas mensais no valor de R$ 600 e o adicional de R$ 150 sejam pagos.

Ainda, o Bolsa Família poderá continuar atendendo a 21,6 milhões de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que recebem o Auxílio Brasil atualmente. Isso desde que os critérios de elegibilidade continuem sendo atendidos.

Outra medida do novo governo é a realização de um “pente-fino” previsto para o próximo ano, para rever o pagamento do benefício e atender às pessoas que realmente necessitam.

Como consultar o novo Bolsa Família?

A consulta atualizada do benefício do Bolsa Família em relação ao ano de 2023 ainda não está disponível. Porém, as formas de verificação podem continuar as mesmas, caso não ocorra nenhuma decisão contrária:

  • Pelos aplicativos: Auxílio Brasil e Caixa Tem, que estão disponíveis nas versões Android e iOS;
  • Por telefone: discando para o número 121 (Ministério da Cidadania) ou no número 111 (central de atendimento da Caixa).

Leia também

você pode gostar também

Governo vai realizar pente-fino no Bolsa Família

O pente-fino do Bolsa Família é uma manobra do novo governo para incluir novos grupos necessitados no sistema de pagamentos do benefício social.

Saque-aniversário FGTS já está liberado para novo grupo

Com o início de mais um mês, os trabalhadores que optarem pela modalidade do Saque-Aniversário devem ficar atentos aos prazos de liberação e novos grupos considerados elegíveis.

BPC tem critério de renda: veja como calcular e saber se você tem direito

O Benefício de Prestação Continuada é um programa assistencial da Previdência Social. No entanto, existem critérios de renda que os brasileiros devem atender para ter direito aos pagamentos mensais.

Consulta do abono PIS/Pasep será liberada na próxima semana

Os beneficiários do abono PIS/Pasep devem ficar atentos ao cronograma do benefício, que será liberado para consulta na próxima semana.

Como consultar o Auxílio Gás de fevereiro? Veja se você tem direito

O Auxílio Gás dos Brasileiros é um programa de transferência de renda para atender os brasileiros de baixa renda. A consulta está disponível para os beneficiários que tem direito aos pagamentos de fevereiro.

Inscrição no CadÚnico dá acesso a 15 benefícios federais; veja quais são

A inscrição no CadÚnico é essencial para garantir alguns benefícios do Governo Federal. Confira quais são eles.