Veja como emitir Extrato de Contribuição pelo app Meu INSS

O Extrato de Contribuição é um documento essencial na hora de o trabalhador solicitar a aposentadoria ou algum outro benefício previdenciário. Veja neste texto como emiti-lo.

A aposentadoria é o sonho de vida de muitos trabalhadores brasileiros. Mas, para realizar esse sonho, eles devem preencher alguns requisitos, a depender do benefício previdenciário. Entre esses requisitos estão a idade, o tempo de contribuição, pontuação, se realizou atividade especial, entre outros.

Como são muitas as informações geradas ao longo de anos de trabalho, o trabalhador pode encontrar dificuldades de reunir ou de lembrar de todos os dados na hora de solicitar a aposentadoria ou algum outro benefício previdenciário.

Mas, a boa notícia é que o trabalhador não precisa lembrar de todas as informações, já que existe a sua disposição o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), um banco de dados no qual o governo federal reúne todos os dados trabalhistas e previdenciários de todos os trabalhadores brasileiros.

Para ter acesso a essas informações, o trabalhador precisa emitir o extrato de contribuição, conhecido também como extrato previdenciário.

O que é o Extrato de Contribuição?

O Extrato de Contribuição é um serviço por meio do qual o trabalhador solicita o documento que reúne todas as contribuições previdenciárias registradas no CNIS.

Além das contribuições previdenciárias, no documento há dados sobre o nome do empregador, o período trabalhado, a remuneração e/ou salário recebido, bem como as contribuições realizadas em Guia da Previdência Social, por conta própria ou como prestador de serviço.

Quem pode e como solicitar o Extrato de Contribuição?

Todo trabalhador que tenha cadastro no CNIS pode solicitar o Extrato de Contribuição. A solicitação pode ser feita de forma totalmente on-line pelo site ou aplicativo Meu INSS (Android e iOS). Veja como solicitar:

  • Acesse o site ou o app Meu INSS (Android e iOS);
  • Clique na opção “login” para informar o seu CPF e senha cadastrados na plataforma Gov.br;
  • Caso não tenha cadastro, basta clicar em “login” e depois em “Cadastre-se”. Agora, crie uma senha com, no mínimo, nove caracteres. A senha deve ser formada por pelo menos uma letra maiúscula, letra minúscula e um número;
  • Feito isso, clique em “Do que você precisa” e escreva o nome do serviço que deseja ter acesso. Neste caso, você deve escrever “Extrato de Contribuições (CNIS)”;
  • Por fim, clique em “Baixar PDF” para acessar o seu extrato.

No momento da solicitação de seu extrato de Contribuição, o trabalhador deve estar munido do seu CPF. Nos casos em que há procurador ou representante legal, é necessário ter em mãos a procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela ou termo de guarda) e ainda o documento de identificação com foto e o CPF do procurador ou representante legal.

O trabalhador que encontrar alguma dificuldade de ter acesso ao seu Extrato de Contribuição pelo site ou app Meu INSS, pode entrar em contato com Central de Atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) através do telefone 135.

Leia também

você pode gostar também

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.

Empresa é obrigada a pagar auxílio-creche para mães? Confira as regras

O auxílio-creche permite que mães tenham um lugar para deixar seus filhos enquanto trabalham. Contudo, muitos não sabem se a empresa é obrigada a pagar o auxílio às mulheres.