Aposentadoria especial é aprovada em Comissão do Senado para ESTES cargos

O Projeto de Lei do Senado, de autoria de Paulo Paim (PT-RS), envolve o Regime Geral de Previdência Social; entenda mais detalhes a seguir.

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, nesta terça-feira, 20/12, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 214/2016, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), a respeito da concessão de aposentadoria especial para alguns cargos relacionados à segurança e ao trânsito.

Conforme o PLS, a aposentadoria especial deverá ser aplicada segundo o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), podendo ser voltada a guardas municipais e agentes de trânsito homens que tenham 30 anos de contribuição (com, no mínimo, 20 anos de atividade).

A regra será válida também às agentes de trânsito mulheres, mas, nesse caso, após 25 anos de contribuição (com, pelo menos, 15 anos de atividade).

Trabalhos considerados de alto risco

O relator do PLS, Paim, explicou, durante a votação do projeto, que as leis atuais ainda desconsideram as condições de alto risco nas quais os guardas municipais e os agentes de trânsito trabalham todos os dias.

Paim comentou também que o RGPS já é aplicado a servidores públicos que exercem as mesmas funções e que, devido à periculosidade de seus trabalhos, já têm direito à aposentadoria especial. A aprovação do PLS foi apresentada na CAS pelo senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB). A proposta seguirá para o Plenário da Casa.

De acordo com ele, “guardas municipais e agentes da autoridade de trânsito são categorias respeitadas e relevantes, que merecem toda nossa atenção, mormente quando correm risco no desempenho das suas atividades. Reconhecemos o desgaste que essas atividades produzem sobre as condições físicas e mentais dos trabalhadores que a elas se dedicam”.

Critérios para receber a aposentadoria especial

Conforme o texto do PLS, o guarda municipal ou agente de trânsito que solicitar a aposentadoria especial deverá comprovar não apenas o tempo de trabalho, mas também os riscos aos quais está exposto durante a atividade.

A Lei 9.528 especifica que essa comprovação seja realizada por meio de um perfil profissiográfico do trabalhador, além da apresentação de laudo técnico a respeito do local de trabalho — esse documento pode ser feito por um médico do trabalho ou por um engenheiro de segurança do trabalho.

“O projeto que estamos analisando traz o reconhecimento legal de que as condições em que trabalham os guardas municipais e agentes das autoridades de trânsito justificam a concessão da aposentadoria com prazos mais reduzidos, tendo em vista que há elementos no trabalho deles e no seu entorno que podem prejudicar a saúde e a integridade física desses segurados”, defendeu Paim.

Com a aprovação do PLS pela Comissão de Assuntos Sociais, a proposta segue, agora, para o Plenário do Senado Federal.

Leia também

você pode gostar também

Saque FGTS: novo grupo começa a receber nesta semana

Calendário 2023 da Caixa segue em andamento para trabalhadores que optarem pela modalidade aniversário. Saiba quem tem direito.

Bolsa Família de janeiro tem último repasse; veja quem recebe R$ 600

Pagamento do benefício do Bolsa Família é finalizado para o mês de janeiro. Cerca de 21,9 milhões de famílias foram contempladas com o valor mínimo de R$ 600.

Lucro FGTS: veja quem tem direito aos valores em 2023

O Lucro FGTS consiste em um repasse anual realizado pelo fundo, através da Caixa Econômica Federal. Porém, nem todos tem direito aos valores em 2023.

BPC pode ser solicitado por representante legal; veja quando

Entenda o que é o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e quando ele pode ser solicitado por um representante legal do idoso ou pessoa com deficiência.

Tarifa Social de Energia: veja quem tem direito ao desconto na conta de luz

Medida foi criada para proporcionar descontos na conta de luz de pessoas que se declararam em situação de baixa renda.

Calendário INSS: novo grupo de segurados recebe a parcela de janeiro

Pagamentos do calendário INSS continuam sendo feitos. Milhões de pessoas deverão receber os valores referentes ao mês de janeiro.