Tarifa Social de Energia: confira as faixas de desconto do benefício

A Tarifa Social de Energia oferece isenções ou descontos na conta de luz para cidadãos que se enquadrem em seus requisitos. Confira quais são.

A Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) é um programa do governo que concede faixas de desconto distintas a consumidores que se enquadrem na Subclasse Residencial de Baixa Renda. Além dos descontos, também é possível ter a conta de luz zerada, com base nos critérios de elegibilidade.

Este programa oferece a isenção do custeio da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa). Dependendo do grupo, são aplicados ainda descontos cumulativos.

A gerência da TSEE é feita pelo Ministério da Cidadania, com a parceria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O programa foi criado neste ano e já atende mais de 23 milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade.

Tarifa Social de Energia: faixas de desconto

A TSEE atende duas categorias: os grupos que atendem todos os requisitos e recebem isenções totais ou parciais, e os grupos que vivem em situação de vulnerabilidade, contemplados por reduções na conta de luz.

No primeiro grupo estão famílias identificadas como indígenas e quilombolas, avaliadas como aptas a receber a isenção total, atendendo todos os critérios. As isenções possíveis para esta categoria são as seguintes, considerando a parcela do consumo mensal de energia:

  • De 0 a 50kWh: 100% de isenção;
  • de 51 kWh a 100kWh: 40% de isenção;
  • de 101 kWh a 220 kWh: 10%;
  • a partir de 221 kWh: 0% de isenção.

Já no segundo grupo estão as demais famílias que não se enquadram nos critérios étnicos. Esta categoria apenas recebe descontos, que podem ser de:

  • De 0 a 30 kWh: 65% de desconto;
  • de 31 kWh a 100 kWh: 40% de desconto;
  • de 101 kWh a 220 kWh: 10% de desconto;
  • a partir de 221 kWh: 0% de desconto.

Vale lembrar que o consumo é responsável por definir se uma família está ou não apta a receber os descontos da tarifa social. Leituras acima de 220kWh são comuns para consumidores em geral, e quaisquer imóveis que ultrapassem esta faixa já não recebem isenção, seja ela total ou parcial.

TSEE: critérios de elegibilidade

A tarifa social exige que os cidadãos cumpram alguns requisitos para liberar a isenção ou desconto. São eles:

  • Estar inscrito no Cadastro Único, obedecendo o critério de renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo;
  • Ser idoso com 65 anos ou mais ou ter uma pessoa com deficiência que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC) no núcleo familiar; ou
  • Estar inscrito no CadÚnico com renda mensal de até 3 salários mínimos, sendo portador de doença ou deficiência (intelectual, auditiva, física, visual ou múltipla), cujo tratamento necessite do uso continuado de aparelhos e equipamentos que demandem consumo de energia elétrica.

A TSEE não requer solicitação em nenhuma central de atendimento, visto que é concedida automaticamente para todas as famílias que cumprem os critérios de elegibilidade e estão inscritas no CadÚnico.

Seja como for, só é possível conceder um benefício por família ou Unidade Consumidora. Além disso, o endereço do domicílio deve estar dentro da área onde ocorre a distribuição de energia. No caso do BPC, o beneficiário do programa não precisa ser o titular da conta para que o desconto seja concedido.

Leia também

você pode gostar também

Calendário do INSS: aposentadoria é depositada para mais um grupo

Nesta sexta-feira, o INSS também paga o benefício a pensionistas e a trabalhadores que recebem o auxílio-doença; veja o calendário de janeiro.

Como saber quanto vou receber de Abono PIS/Pasep? Saiba calcular

Com a chegada de 2023, muitos trabalhadores passam a aguardar pela liberação dos valores do abono PIS/Pasep. Saber quanto irá receber é essencial para se organizar durante os envios.

Desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito

Projeto de Lei está tramitando na Câmara dos Deputados. Caso seja aprovado, população de baixa renda e desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito.

CadÚnico dá direito à isenção em concurso público? Entenda as regras

Pagar a taxa de inscrição para participar de concursos públicos pode desestruturar as finanças de muitas pessoas; veja se o cadastro no banco de dados do governo ajuda.

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.