CadÚnico: saiba como emitir o comprovante atualizado de inscrição

O documento atualizado de inscrição no CadÚnico, que comprova o seu cadastro nesse programa do governo, pode ser emitido de duas formas. Leia e descubra como requerer o seu comprovante.

O Cadastro Único possui mais de 25 milhões de famílias cadastradas. E uma dúvida comum de quem deseja ingressar em programas sociais do Governo é como emitir o comprovante atualizado da Inscrição no Cadastro Único.

Leia também

Em suma, o CadÚnico é um cadastro feito em todo o país para facilitar os governos estaduais, municipais e Federal na verificação de renda e condições sociais dos brasileiros. Com efeito, muitos programas exigem que os cidadãos comprovem sua inscrição nesse sistema.

É por isso que a seguir você irá saber como emitir o seu comprovante atualizado de inscrição no CadÚnico.

O que é o CadÚnico?

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é um instrumento capaz de reconhecer e caracterizar a realidade socioeconômica, isto é, de baixa renda de muitas famílias brasileiras.

Para inclusão neste programa de assistência do governo, o CadÚnico considera como famílias de baixa renda: aquelas que possuem uma renda familiar mensal de até meio salário mínimo, ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos ou superior, desde que vinculadas à inclusão em programas sociais nas esferas do governo.

Desse modo, o Cadastro Único é um meio que traz melhoria na vida de muitas pessoas que se encontram em situações de vulnerabilidade financeira. Para entender melhor como funciona o programa e a emissão do comprovante de inscrição, separamos algumas informações importantes:

Como funciona?

O CadÚnico é regulamentado pelo Ministério da Cidadania e pelas Secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes). Esse cadastramento possibilita a inserção em diversos outros programas de benefícios e assistência do governo, como por exemplo, o Programa Auxílio Brasil, Tarifa Social de Água e Energia, Carteira do Idoso, entre outros.

No entanto, vale destacar que ter o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal não quer dizer que você será incluído de forma automática nos programas sociais. Isso porque, além do CadÚnico, alguns outros critérios devem ser atendidos.

Como emitir o comprovante atualizado de inscrição?

Mesmo criado pelo Governo Federal, o Cadastro único é gerido e atualizado pelas prefeituras de cada Estado gratuitamente. Além disso, é necessário que você mantenha o seu cadastro sempre atualizado para evitar problemas.

A emissão do comprovante atualizado de inscrição, pode ser realizada de duas formas. A primeira possibilidade é pelo aplicativo ou site do Cadastro Único, já a segunda é a retirada do documento presencialmente nos postos de atendimento do CadÚnico.

Assim, para emitir o comprovante online, basta acessar o aplicativo “Cadastro Único” ou a versão web através de seu site próprio, ou pelo site do governo (gov.br) e preencher com as informações necessárias para a consulta e retirada do documento.

Ainda, com todos os documentos seus e de sua família necessários, você também pode ir ao CRAS ou na prefeitura de sua cidade, para realizar a emissão do comprovante de forma presencial.

As informações que constam em seu comprovante atualizado de inscrição no CadÚnico são: Código familiar, datas de cadastramento com o próximo dia de atualização, valor da renda mensal familiar, e os dados pessoais e NIS de cada um dos habitantes da casa.

Vale lembrar que somente as pessoas inscritas no CadÚnico, podem realizar a emissão do comprovante de inscrição. Caso você tenha dúvidas sobre estar cadastrado no programa, você pode acessar o site ou aplicativo “Meu CadÚnico” ou ligar para o telefone 0800 707 2003 e selecionar a opção 5, ou discar para o número 121 para esclarecimentos sobre seu cadastro.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil: veja quem tem direito ao valor de até R$ 1,2 mil neste mês

Além do Auxílio Brasil, existe uma série de benefícios complementas que podem aumentar o valor inicial das parcelas.

FGTS tem novo saque liberado e valores podem superar R$ 3,9 mil

Novo saque do FGTS foi liberado para vários trabalhadores. Dinheiro faz parte do saque-aniversário e pode ser solicitado de forma online.

13º salário extra do INSS ainda terá 11 saques em 2022; veja datas

O 13º salário extra do INSS começou a ser pago no dia 24. A partir de agora, restam 11 saques até o final do ano. Confira as datas.

Troca da pensão pelo BPC de R$ 1,2 mil passa a ser permitida; veja regras

Após decisão dos Juizados Especiais Federais, troca da pensão pelo BPC de R$ 1,2 mil passa a ser permitida.

Novo lote do PIS/Pasep: saiba quem terá direito ao abono em 2023

Abono PIS/Pasep, com ano-base de 2021, deve ser pago entre os meses de janeiro e dezembro 2023. Veja quem pode receber.

Internet Brasil: chips com banda larga gratuita começarão a ser distribuídos

Confira regras do programa, o que já se sabe e quem serão as primeiras pessoas contempladas no país.