Prazo para atualizar CadÚnico termina nesta sexta, 11

Beneficiários de 25 programas sociais devem atualizar os dados solicitados ainda essa semana. Prazo provavelmente não será adiado mais uma vez.

Termina nesta sexta-feira, 11, o prazo final para atualização de informações no Cadastro Único, o CadÚnico. A medida é necessária para evitar a suspensão temporária ou o cancelamento definitivo de benefícios como Auxílio Brasil, BPC, ID Jovem e Tarifa Social de Energia Elétrica.

A etapa é exigida pelo governo federal a cada dois anos ou sempre que houver novidades, com revezamento entre grupos específicos. Confira a seguir quem precisa regularizar os dados ainda esse ano.

Quem deve atualizar o CadÚnico em 2022?

Estão convocadas para atualizar o CadÚnico famílias com informações atualizadas pela última vez em 2016-2017 e que tenham passado por alterações de dados referentes a endereço, renda mensal, escolaridade e/ou composição familiar.

O novo prazo, que inicialmente se encerraria em outubro, foi prorrogado por um mês, até a próxima sexta, 11, por conta do aumento das filas e das reclamações de demora nos atendimentos em postos presenciais espalhados pelo país.

Quem não realizar o processo solicitado fica com a situação cadastral pendente e poderá ser excluído do Cadastro Único a partir de julho de 2023. A expectativa é que em breve seja divulgado novo cronograma para beneficiários que realizaram a atualização no período 2018-2019.

Onde e como atualizar meu CadÚnico?

Beneficiários convocadas para averiguação ou revisão de dados devem comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou a um posto de atendimento do CadÚnico mais próximo.

É exigida somente a presença de uma pessoa, o responsável familiar (RF) cadastrado, que deve levar a própria documentação pessoal (CPF ou título de eleitor) e apresentar pelo menos um dos seguintes documentos de cada membro da família:

  • Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Título de Eleitor;
  • Certidões de nascimento ou casamento;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Posso atualizar o CadÚnico pela internet?

Não, a atualização de dados do CadÚnico só é permitida pessoalmente. Pela internet é possível checar as informações pessoais, via site ou aplicativo, para conferir a situação cadastral e verificar datas ou documentos necessários.

E se não houver dado a ser modificado?

Somente nesse caso é permitida a verificação on-line e confirmação de que os dados permanecem inalterados desde 2016-2017.

No entanto, esse é um cenário raro, já que costuma ser improvável que, no prazo de cinco ou seis anos, as famílias não tenham passado por pelo menos algum tipo de mudança (de escolaridade, renda ou endereço, por exemplo).

Leia também

você pode gostar também

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.

Empresa é obrigada a pagar auxílio-creche para mães? Confira as regras

O auxílio-creche permite que mães tenham um lugar para deixar seus filhos enquanto trabalham. Contudo, muitos não sabem se a empresa é obrigada a pagar o auxílio às mulheres.