Como fazer para conseguir o BPC de R$ 1,2 mil em 2022? Veja passo a passo

O Benefício de Prestação Continuada de R$ 1,2 mil em 2022 está disponível para as pessoas com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade no país.

O Benefício de Prestação Continuada é um programa assistencial previsto pela Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/Loas) e mantido pelo Instituto Nacional do Seguro Social. Neste sentido, o BPC garante um salário mínimo por mês para idosos com idade igual ou superior a 65 anos e pessoas com deficiência de qualquer idade.

Leia também

Entretanto, o benefício não equivale à aposentadoria. Em resumo, além de não envolver a contribuição previdenciária ao instituto, não prevê o pagamento do 13º salário e nem pensão por morte. Portanto, é um benefício pessoal, intransferível e vitalício, sem garantia de repasse aos herdeiros. Saiba mais a seguir:

Como fazer para conseguir o BPC de R$ 1,2 mil em 2022?

No geral, o requerimento do BPC/Loas é feito por meio dos canais de atendimento do INSS. Sendo assim, pode-se entrar em contato com o número de telefone 135, que garante ligações gratuitas por meio do telefone fixo, mas também pelo site e aplicativo do Meu INSS, disponível para Android e iOS.

Os cidadãos também podem solicitar o benefício diretamente nas Agências da Previdência Social ou se informar no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua região. No atendimento com os assistentes sociais, pode-se solicitar mais informações sobre o BPC/Loas e como realizar a inscrição.

Portanto, é fundamental que os brasileiros saibam que a inscrição e recebimento do benefício não envolve o pagamento de intermediários ou agenciadores. Atualmente, a gestão do BPC/Loas é realizada por meio do Ministério da Cidadania, através da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS).

Mais especificamente, a SNAS trabalha com a implementação, regulação, financiamento, coordenação, monitoramento e avaliação do benefício. Entretanto, como se trata de um programa assistencial do Instituto Nacional do Seguro Social, o órgão da Previdência é responsável pela operacionalização dos procedimentos.

No momento do requerimento, o cidadão deve apresentar um documento de identificação com foto, sendo válido tanto o RG quanto a Carteira de Habilitação. Contudo, não há necessidade de ser a versão original, porque são aceitas também as cópias simples dos documentos.

Em todos os casos, deve-se atender aos critérios de elegibilidade do benefício. Por via de regra, os pagamentos acontecem em paralelo às transferências de outros benefícios previdenciários, seguindo o calendário dos segurados que recebem até um salário mínimo do instituto.

Quais são os critérios de elegibilidade do BPC/Loas?

No geral, o BPC/Loas atende os brasileiros com 65 anos de idade ou mais, e também as pessoas com deficiência de qualquer idade, que estão em situação de vulnerabilidade social. Portanto, para receber os pagamentos mensais de um salário mínimo, deve-se atender aos seguintes critérios:

  • Ter uma renda mensal per capita igual ou menor que um quarto do salário mínimo;
  • Ser uma pessoa com deficiência de qualquer idade, incluindo crianças ou adolescentes;
  • Estar devidamente inscrito no Cadastro Único, com informações regulares e atualizadas;
  • Ser uma pessoa com 65 anos ou mais;
  • Ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou português residente no Brasil;
  • Ser considerado uma pessoa inapta a sustentar a própria família ou de viver em situação de igualdade com as outras pessoas na sociedade, após avaliação médica e social com profissionais do instituto.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil dobrado em dezembro: veja quem pode receber até R$ 1,2 mil

Auxílio Brasil dobrado em dezembro é uma possibilidade para pessoas que cumprirem regras específicas do programa.

BPC bloqueado ou suspenso? Saiba como reativar o benefício de R$ 1,2 mil

Falta de atualização cadastral é um dos principais motivos para o bloqueio do benefício, pago a um grupo específico de contribuintes previdenciários.

Aposentadoria: saiba quem tem direito ao adicional de 25% no valor

Alguns aposentados do INSS têm direito a receber um adicional de 25% no valor de seus benefícios mensais. Veja como funciona essa regra.

BPC: saiba se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria

Por ter natureza assistencial, o BPC gera algumas dúvidas em seus beneficiários. Uma delas é se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria. Se você também tem essa dúvida, confira neste texto a resposta.

Minha Casa Minha Vida: comissão aprova projeto para renegociação de dívidas

O objetivo do projeto é oferecer aos beneficiários a oportunidade de regularizar sua situação com descontos sobre multas e juros moratórios. Descubra neste texto o que falta para o projeto virar lei.

Salário-Maternidade Urbano do INSS: veja regras oficiais e como solicitar

Benefício é cedido a pessoas que precisam se afastar do trabalho ao completarem uma gestação e em outras situações como adoção, por exemplo.