Empréstimo Auxílio Brasil: veja valor máximo que pode ser contratado

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil consiste em oferecer linhas de crédito com descontos aos beneficiários.

A Portaria nº 816 do Ministério da Cidadania, que regulamenta o empréstimo Auxílio Brasil, crédito consignado do programa, foi publicada na última terça-feira (27) por meio do Diário Oficial da União (DOU). No texto, fica estabelecido o limite de juros de 3,5% ao mês para os valores, um teto que pode ser ainda menor.

Leia também

Neste sentido, o teto pode diminuir por conta da negociação entre o tomador do empréstimo e a instituição financeira. Vale lembrar que o objetivo do consignado é permitir que famílias amparadas pelo Auxílio Brasil possam buscar a reorganização financeira, tomando parte como empreendedores e buscando autonomia.

Regras do empréstimo consignado do Auxílio Brasil

empréstimo auxílio brasil, empréstimo R$ 1,5 mil auxílio brasil
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO.

Atualmente, boa parte das famílias dependentes do programa não possui acesso a crédito, por estarem endividadas e pagando juros acima do normal. Porém, junto da possibilidade de crédito, o empréstimo consignado garante novas ações de educação financeira.

Para contratar o produto, porém, os beneficiários devem responder um questionário que medirá os conhecimentos dos clientes sobre o tema, bem como sua capacidade de administrar os valores do empréstimo.

Além disso, a publicidade do empréstimo consignado pelos bancos está proibida. Não há autorização para produzir qualquer atividade de marketing ativo, oferta comercial ou proposta para convencer beneficiários a tomar o serviço.

As regras do empréstimo Auxílio Brasil já foram divulgadas oficialmente. Deste modo, instituições financeiras podem oferecer o serviço aos cidadãos. Para que isso seja possível, porém, é preciso que efetuem o credenciamento junto ao governo.

Ainda será necessário que as condições do empréstimo sejam definidas, portanto, a oferta ainda não possui data definitiva. A perspectiva é de que a liberação ocorra na primeira quinzena de outubro.

Valor máximo do empréstimo Auxílio Brasil

Com base na Lei 14.431, publicada em 4 de agosto, o valor do empréstimo consignado foi limitado em até 40% do repasse permanente de R$ 400 do programa. Deste modo, o beneficiário terá a possibilidade de descontar até R$ 160 mensais, por no máximo 24 meses.

Por sua vez, o limite de 40% possui relação com o comprometimento dos beneficiários em relação aos ganhos mensais com o empréstimo. De acordo com o texto do DOU, o desconto do pagamento do empréstimo não deve ser superior ao limite já previsto em lei.

Fica estabelecido que o número máximo de parcelas será de 24, com uma taxa de juros que não pode ser superior a 3,5% mensalmente.

Questões do empréstimo consignado

Até o momento, a proposta do crédito consignado é vista com maus olhos por especialistas e entidades da área. De acordo com eles, a medida pode causar danos à população, já que os recursos do Auxílio Brasil são utilizados para gastos básicos de sobrevivência da família.

Com o empréstimo, até 40% do benefício pode ser descontado antes do pagamento. Neste sentido, vários bancos privados já manifestaram falta de interesse em operar tal linha de crédito. O serviço pode valer a pena para aqueles com necessidades urgentes, mas não é recomendado para pagar as contas diárias, ou para fazer compras.

O motivo é o fato do crédito poder comprometer a renda disponível do beneficiário a longo prazo. O dinheiro pode faltar por vários meses quando seria necessário fazer gastos essenciais, como alimentação e saúde.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil dobrado em dezembro: veja quem pode receber até R$ 1,2 mil

Auxílio Brasil dobrado em dezembro é uma possibilidade para pessoas que cumprirem regras específicas do programa.

BPC bloqueado ou suspenso? Saiba como reativar o benefício de R$ 1,2 mil

Falta de atualização cadastral é um dos principais motivos para o bloqueio do benefício, pago a um grupo específico de contribuintes previdenciários.

Aposentadoria: saiba quem tem direito ao adicional de 25% no valor

Alguns aposentados do INSS têm direito a receber um adicional de 25% no valor de seus benefícios mensais. Veja como funciona essa regra.

BPC: saiba se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria

Por ter natureza assistencial, o BPC gera algumas dúvidas em seus beneficiários. Uma delas é se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria. Se você também tem essa dúvida, confira neste texto a resposta.

Minha Casa Minha Vida: comissão aprova projeto para renegociação de dívidas

O objetivo do projeto é oferecer aos beneficiários a oportunidade de regularizar sua situação com descontos sobre multas e juros moratórios. Descubra neste texto o que falta para o projeto virar lei.

Salário-Maternidade Urbano do INSS: veja regras oficiais e como solicitar

Benefício é cedido a pessoas que precisam se afastar do trabalho ao completarem uma gestação e em outras situações como adoção, por exemplo.