Inscrição no Auxílio Brasil: consulte quem teve cadastro aprovado em setembro

Em setembro, a inscrição no Auxílio Brasil adicionou mais 450 mil famílias ao benefício social, chegando ao total de 20,65 milhões de brasileiros socialmente vulneráveis sendo atendidos.

Em setembro deste ano, a inscrição no Auxílio Brasil atingiu o número de 20,65 milhões de famílias inscritas e elegíveis para o recebimento das transferências mensais de R$ 600. Neste sentido, os cadastros aprovados neste mês representam uma alta de 2,2% em relação ao período de agosto.

Mais especificamente, foram adicionadas 450 mil famílias, de modo que o repasse do Governo Federal no próximo ciclo de pagamentos seja equivalente a R$ 12,47 bilhões. De acordo com o calendário divulgado pelo Ministério da Cidadania, o primeiro grupo foi atendido no dia 19 de setembro. Saiba mais a seguir:

Novos cadastros aprovados até então

De acordo com os dados do Programa Auxílio Brasil, foram adicionadas mais de 7,5 milhões de famílias na iniciativa social nos últimos 11 meses. Neste sentido, o Nordeste concentra o maior número de beneficiários atendidos, com um total de 9,58 milhões.

Logo em seguida, o Sudeste possui o segundo maior número, com 6,11 milhões e o Norte, com 2,48 milhões. Entre as 20,65 milhões de inscritos, estima-se que 82% possuem uma mulher com responsável, o que em números específicos representa mais de 16,85 milhões de beneficiários cuja principal representante é do sexo feminino.

Em relação ao recorte por Unidades Federativas, a Bahia possui o maior número de brasileiros atendidos, com mais de 2,50 milhões de famílias. Atualmente, o valor médio recebido por família é R$ 607,57 quando se considera os benefícios complementares associados ao programa, como os estudantis e profissionais.

Como consultar a inscrição no Auxílio Brasil?

Em primeiro lugar, o Programa Auxílio Brasil consiste numa iniciativa social do Governo Federal com foco na transferência de renda voltada para as famílias socialmente vulneráveis no país. Desde o lançamento em dezembro de 2021, é operacionalizado pelo Ministério da Cidadania.

Com pagamentos mensais realizados pela Caixa Econômica Federal, atualmente transfere R$ 600 mensais para os beneficiários. Neste sentido, teve os valores ampliados em decorrência da implementação da PEC Kamikaze, aprovada no Congresso Nacional. A medida valerá até dezembro de 2022. Em 2023, o valor voltará para R$ 400.

No entanto, é necessário atender alguns critérios de elegibilidade, como ter os dados atualizados no CadÚnico nos últimos dois anos. Ainda que a seleção seja feita de forma automática, com base nas informações de renda de cada família, é necessário aguardar a aprovação do cadastro pelo Ministério da Cidadania.

Para consultar os pagamentos do Auxílio Brasil e outras informações vinculadas ao benefício, os beneficiários precisam utilizar o CPF. Neste sentido, podem entrar em contato diretamente com a central de atendimento do Ministério da Cidadania, no número 121, ou com a Caixa Econômica Federal, no número 111.

No caso da Caixa Econômica, é possível realizar o atendimento digital e automático durante 24h ao longo da semana. Para falar com um atendente da instituição financeira, deve-se ligar à instituição de segunda a sexta, entre 10h e 16h.

A consulta também está disponível por meio dos aplicativos do Auxílio Brasil, disponível para Android e iOS. Além disso, pode-se acessar a plataforma do Caixa Tem, disponível para Android e iOS em todos os dispositivos móveis. Em todos casos, é necessário informar o CPF e outros dados pessoais, como senhas cadastradas, nome completo e email.

Leia também


você pode gostar também

Desconto no IPVA será liberado para ESTES carros

Carros elétricos e híbridos terão descontos no IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). Saiba os detalhes.

Inscritos no Auxílio Brasil podem acumular R$ 1,2 MIL em benefícios

Os beneficiários do Auxílio Brasil podem acumular benefícios complementares, sendo que o valor pode chegar a R$ 1.220. Saiba os detalhes.

Próximo abono PIS já tem regras definidas; veja quem deverá receber

O abono PIS/Pasep de 2021 está previsto para ser pago somente em 2023, mas as regras para o recebimento do benefício trabalhista foram fixadas pelo Ministério do Trabalho.

Auxílio de R$ 800 será liberado no calendário de outubro? Veja o que se sabe

Hoje, o benefício paga parcelas mensais de R$ 600 para quem cumpre com os requisitos. Veja o que se sabe sobre o Auxílio Brasil de R$ 800.

Outubro terá NOVO saque FGTS com valores que podem superar R$ 3,9 MIL

Trabalhadores formais poderão fazer saque FGTS de até 50% do saldo no mês de outubro. Os valores devem ser solicitados por aplicativo.

Quem pode pedir a bolada do Abono PIS/Pasep retroativo?

Trabalhadores podem ter direito a sacar bolada do abono PIS/Pasep retroativo. Veja como fazer a consulta dos valores.