Saque atrasado PIS/Pasep pode render R$ 4,6 MIL em 2022; veja regras

Existem três benefícios que já foram pagos, mas ainda podem ser solicitados. Para isso, é preciso cumprir os requisitos do saque atrasado PIS/Pasep.

Trabalhadores formais que estão com saque atrasado PIS/Pasep podem receber até R$ 4,6 mil. Isso porque, em 2022, o governo federal liberou três retiradas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Cada um deles tem requisitos específicos que precisam ser cumpridos. Sendo assim, quem se encaixar em todos, pode ter acesso aos três repasses. No entanto, algumas pessoas terão direito apenas a um ou dois benefícios. Confira mais detalhes na matéria abaixo.

Saque atrasado PIS/Pasep: veja as regras

saque pis/pasep, pis/pasep atrasado, saque atrasado pis/pasep, abono pis/pasep, cotas pis/pasep
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

Tanto o PIS como o Pasep são benefícios trabalhistas para quem tem carteira assinada. No entanto, o PIS é específico para funcionários de empresas da iniciativa privada e é pago pela Caixa Econômica Federal. Já o Pasep é repassado para servidores públicos por meio do Banco do Brasil. Veja as regras de cada retirada autorizada em 2022:

1. Abono PIS/Pasep esquecido de 2019

O primeiro valor liberado neste ano é o abono PIS/Pasep relativo ao ano de 2019 que ainda não foi resgatado. Esse foi transferido até junho de 2020. Os interessados devem solicitar o benefício presencialmente numa unidade da Superintendência do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP).

Para saber se você tem direito, basta ligar na central 158 ou consultar no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. O valor desse saque atrasado PIS/Pasep varia entre R$ 91,67 e R$ 1.100. Os requisitos são:

  • Ter trabalhador formalmente por, no mínimo, 30 dias em 2019;
  • Ter recebido remuneração de até R$ 1.996 por mês (equivalente a dois salários mínimos vigentes no ano-base);
  • Ter sido inscrito no PIS ou no Pasep nos cinco anos anteriores a 2019;
  • Ter tido seus dados registrados no e-Social ou na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) pelo empregador.

2. Abono salarial PIS/Pasep de 2020

O segundo repasse autorizado foi do abono PIS/Pasep referente ao ano de 2020 (ano-base). Esse deveria ter sido pago em 2021, mas acabou sendo adiado por causa da pandemia de COVID-19. Sendo assim, os depósitos aconteceram entre os meses de fevereiro e março de 2022.

Quem tem direito, mas ainda não retirou os valores, pode fazer saque atrasado PIS/Pasep até dia 29 de dezembro deste ano. O valor depende do tempo trabalhado no ano-base, podendo ir de R$ 101 a R$ 1.212. Os requisitos para receber o pagamento são:

  • Ter trabalhador de carteira assinada por, pelo menos, 30 dias em 2020;
  • Ter recebido remuneração de até R$ 2.090 por mês (equivalente a dois salários mínimos vigentes no ano-base);
  • Ter sido inscrito no PIS ou no Pasep nos cinco anos anteriores a 2020;
  • Ter tido seus dados registrados no e-Social ou na Rais pelo empregador.

3. Antigas cotas PIS/Pasep esquecidas

Além do abono salarial, existe um outro benefício dos Programas, as cotas PIS/Pasep. Essas somam mais de R$ 24 milhões esquecidos do antigo Fundo PIS/Pasep que foi extinto em 2020. O repasse é para quem trabalhou formalmente entre os anos de 1971 e 1988 e gira em torno de R$ 2,3 mil.

Os valores guardados foram transferidos para contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Dessa forma, o dinheiro será transferido pela Caixa, responsável pelas movimentações do FGTS. Os interessados em verificar sua elegibilidade ao saque atrasado PIS/Pasep devem acessar o aplicativo do Fundo de Garantia..

Leia também


você pode gostar também

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.

Saque FGTS é liberado para 18 cidades; valor máximo é de R$ 6,2 MIL

A Caixa vai liberar o saque do FGTS por calamidade nas regiões atingidas por desastres ambientais. Confira os critérios de saque.

Auxilio Brasil é pago para novo grupo; veja calendário completo

Esta é a segunda parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.