Auxílio Brasil de R$ 800 já será pago na parcela de setembro? Veja o que se sabe

Presidente Jair Bolsonaro comenta sobre Auxílio Brasil de R$ 800. Entenda o que foi falado e como isso afetaria os beneficiários.

O presidente Jair Bolsonaro (PL), durante entrevista no Programa do Ratinho, no SBT, prometeu que o Auxílio Brasil de R$ 800 será pago aos beneficiários. Vale lembrar, que por enquanto, o programa realiza repasses de R$ 600 aos beneficiários.

Vale lembrar que pouco mais de 20 milhões de famílias estão inscritas no Auxílio Brasil. Os repasses do programa são feitos de forma mensal aos beneficiários. Além das parcelas comuns, o programa também conta com repasses extras como o Bolsa de Iniciação Científica Júnior, por exemplo.

Auxílio Brasil de R$ 800: promessa eleitoral

O Auxílio Brasil de R$ 800 foi prometido pelo presidente Jair Bolsonaro, caso seja reeleito nas Eleições de 2023. Segundo ele, a partir do ano que vem, os repasses começariam a ser feitos. No caso, seriam beneficiados os inscritos que obterem emprego.

Além da fala no SBT, o presidente já afirmou algo semelhante durante propaganda na televisão. O repasse de R$ 800 viria da soma dos pagamentos fixos de R$ 600 mais uma parcela extra de R$ 200. Algo semelhante já estava previsto no Auxílio Brasil via Auxílio Inclusão Produtiva Urbana. Contudo, nunca foi colocado em prática pelo governo.

Auxílio Brasil de R$ 800 não consta no PLOA

Por outro lado, é válido informar que o aumento prometido pelo presidente não consta no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023, enviado ao Congresso Nacional. O PLOA é a projeção de gastos do governo federal ao longo de um ano.

Nele, estão os valores previstos do salário mínimo, despesas com saúde educação e os programas sociais, como o Auxílio Brasil. Sendo assim, não consta os R$ 800 prometidos. No PLOA, o valor médio é de R$ 405.

Inclusive, o próprio valor de R$ 600, pago atualmente, faz parte da PEC Kamikaze, que liberou reajustes em programas sociais de forma temporária. Caso não haja uma mudança oficial, a partir de janeiro, os pagamentos voltam a ser de R$ 400.

Por outro lado, Bolsonaro garante que tudo foi conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Assim, os R$ 600 seriam mantidos e ainda haveria o repasse de R$ 200 extras.

Outros candidatos prometem Auxílio Brasil maior

O ex-presidente Lula (PT) também prometeu um reajuste para o Auxílio Brasil. O candidato afirmou que manterá os R$ 600 do programa e ainda fará repasses de R$ 150 por criança (até seis anos) que componha a família inscrita e outros repasses extras.

Vale lembrar, que o ex-presidente, em seu governo, criou o programa Bolsa Família, que acabou justamente sendo substituído pelo Auxílio Brasil durante o mandato de Bolsonaro.

Já o candidato Ciro Gomes (PDT) possui uma proposta de renda mínima para a população, ou seja, um pouco diferente de como funciona o Auxílio Brasil. Segundo ele, um valor de R$ 1 mil seria pago. A quantia seria obtida por meio de um imposto sobre grandes fortunas (a partir de R$ 20 milhões).

Auxílio Brasil em setembro: pagamentos de R$ 600

Como o Auxílio Brasil de R$ 800 trata-se de uma promessa eleitoral, os repasses do mês de setembro do programa não serão afetados. Os beneficiários continuarão a receber R$ 600, em média. Confira as datas de pagamento, que seguem o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS):

  • NIS final 1: 19 de setembro de 2022;
  • NIS final 2: 20 de setembro de 2022;
  • NIS final 3: 21 de setembro de 2022;
  • NIS final 4: 22 de setembro de 2022;
  • NIS final 5: 23 de setembro de 2022;
  • NIS final 6: 26 de setembro de 2022;
  • NIS final 7: 27 de setembro de 2022;
  • NIS final 8: 28 de setembro de 2022;
  • NIS final 9: 29 de setembro de 2022;
  • NIS final 0: 30 de setembro de 2022.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio de R$ 3 mil será pago AINDA em setembro; veja público atendido

Cerca de 154,6 mil caminhoneiros fizeram o registro e, se atenderem aos requisitos do benefício, receberão o valor acumulado e retroativo.

Pente-fino do Auxílio Brasil: quem pode perder o benefício em outubro?

Famílias com dados desatualizados ou inconsistentes podem ser excluídas do Auxílio Brasil após pente-fino do Ministério da Cidadania.

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.