Bolsa Empreendedor oferece auxílio de R$ 1 MIL; veja quem tem direito

O Bolsa Empreendedor é um programa de fomento ao empreendedorismo criado pelo Governo de São Paulo, atendendo a população atingida pela pandemia do coronavírus.

O Bolsa Empreendedor consiste em um programa criado principalmente para fomentar o empreendedorismo entre os grupos sociais mais afetados pelo período da pandemia. Neste sentido, pretende apoiar os empreendedores informais que são socialmente vulneráveis, com foco no Estado de São Paulo.

Leia também

Sendo assim, a atuação do Bolsa Empreendedor está focada na qualificação empreendedora dos cidadãos, na formalização do MEI e também na distribuição de bolsa-auxílio, com valor de até R$ 1 mil. No entanto, é necessário estar atento aos critérios de elegibilidade para solicitar essa quantia. Saiba mais a seguir:

Quem tem direito ao Bolsa Empreendedor?

Criada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo de São Paulo, o Bolsa Empreendedor é uma iniciativa aberta para todos os cidadãos desempregados ou informais do estado. No entanto, prioriza pessoas com baixa renda, além de mulheres, jovens entre 18 e 35 anos, grupos étnicos marginalizados e pessoas com deficiência.

Além disso, o programa possui parceria com o Motofretista Seguro, que consiste em uma iniciativa do Governo de São Paulo com o Departamento de Trânsito (Detran do estado).

Sobretudo, o Motofretista Seguro trabalha com a criação de medidas de segurança no trânsito, assim como regularização e formação de profissionais que são motofretistas.

Em parceria com o Bolsa Empreendedor, foram reservadas vagas especiais para motofretistas e moto-entregadores que estejam devidamente inscritos no Curso Especializado em Motofrete. Com modalidade EAD e gratuito à população, a formação é vinculada ao Detran-SP.

O que o Bolsa Empreendedor oferta?

O Bolsa Empreendedor garante uma bolsa-auxílio de R$ 1 mil, paga em duas parcelas de R$ 500 aos beneficiários. Neste caso, as transferências são realizadas no dia 20 de cada mês, em até dois meses após a finalização do curso. Em todos os casos, o valor é liberado por meio de cartão do portal Bolsa do Povo.

Porém, é necessário realizar o desbloqueio do benefício no site do programa, realizando uma ligação à Central de Atendimento. Após dois dias úteis, será possível realizar o saque do benefício em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil, ou utilizar o cartão na função débito nos estabelecimentos que aceitam essa modalidade.

No geral, as informações sobre recebimento da bolsa-auxílio ficam disponíveis ao público a partir da disponibilização da primeira parcela. Neste caso, o governo estadual de São Paulo é responsável pela liberação dos valores e atendimento do público.

Ademais, o programa trabalha com capacitação profissional através de um curso de empreendedorismo do Sebrae, com foco nos fundamentos do negócio. Assim, incentiva o fortalecimento e a criação de novas empresas no país.

A terceira frente de atuação trabalha com a formalização, oferecendo orientações aos empreendedores que desejam abrir registros como Microempreendedores Individuais, assim como aqueles que possuem dificuldades no acesso aos direitos previstos.

Portanto, o Bolsa Empreendedor oferece atendimento para solicitação de aposentadoria e outros benefícios. Para se inscrever, os cidadãos que atendem aos critérios de elegibilidade devem acessar o site do Bolsa do Povo. No portal, é possível buscar mais informações sobre o Bolsa Empreendedor e os outros critérios de elegibilidade da iniciativa.

O programa também possui maiores informações no site da Secretaria do Desenvolvimento Econômico para aqueles que possuem dúvidas sobre os pagamentos do auxílio de R$ 1 mil.

Leia também


você pode gostar também

Abono PIS/Pasep esquecido soma R$ 569,2 milhões; veja quem pode sacar

Beneficiários têm direito a receber, do abono PIS/Pasep, até R$ 1.212,00. Veja se possui algum valor esquecido.

Consulta do Auxílio Brasil de outubro será feita pelo CPF; saiba como

Mais de 20 milhões de brasileiros podem receber as parcelas em outubro. A consulta do Auxílio Brasil de R$ 600 será feita pelo CPF.

Recebe menos de R$ 1,6 MIL? Você pode ter direito ao salário-família

O salário-família é um direito trabalhista voltado para complementação de renda das pessoas que vivem com menos de R$ 1,6 mil por mês.

Quem tem direito ao FGTS esquecido de 2022? Montante é de R$ 9,2 bilhões

Os trabalhadores que ainda não movimentaram os valores referentes ao Saque Extraordinário têm direito a movimentar o FGTS esquecido até dezembro deste ano.

Casa Verde e Amarela: saiba como fazer simulação e participar do programa

O Casa Verde e Amarela oferece aos brasileiros a possibilidade de realizar uma simulação para conferir as condições de participar do programa habitacional do Governo Federal.

INSS paga benefício de quase R$ 9 MIL; veja quem recebe o adicional

Alguns aposentados do INSS têm direito a adicional sobre os pagamentos mensais e podem chegar a um benefício de quase R$ 9 mil.