Consulta ao saque PIS/Pasep de R$ 2,3 mil está aberta; veja como fazer

Milhões de trabalhadores possuem direito ao saque PIS/Pasep de, em média, R$ 2,3 mil. Governo liberou nova opção de verificação do dinheiro.

O governo federal liberou uma nova forma de consulta ao saque PIS/Pasep, com valor médio de R$ 2,3 mil. A novidade está no ar desde o fim de agosto, mas muitos trabalhadores ainda não sabem como fazer a verificação e nem se possuem direito aos recursos.

Vale lembrar que o Programa de Integração Social (PIS) foi criado para dar suporte financeiro aos trabalhadores formais da iniciativa privada. Já o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), como o nome indica, tem como função atender os servidores públicos.

Consulta ao saque PIS/Pasep: quem tem direito às cotas?

dinheiro, pis/pasep
Foto: Pixabay

O saque “esquecido” faz parte das cotas PIS/Pasep. O dinheiro é direcionado às pessoas que trabalharam entre os anos de 1971 e 1988, seja em empresas privadas (com carteira assinada) ou no setor público.

O governo federal estima que cerca de R$ 24 bilhões estão disponíveis para mais de 10 milhões de trabalhadores. Em média, cada pessoa tem direito a aproximadamente R$ 2,3 mil. Todavia, os valores podem ser maiores ou menores, dependendo do seu salário na época e a quantidade de tempo trabalhado.

Cotas PIS/Pasep não devem ser confundidas com o abono

Normalmente, o PIS é pago pela Caixa Econômica Federal aos trabalhadores da iniciativa privada e o Pasep é depositado para os servidores públicos pelo Banco do Brasil. Contudo, o recurso do PIS/Pasep foi transferido para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) após decisão do governo federal.

Acontece que o FGTS é administrado pela Caixa Econômica Federal. Portanto, o dinheiro das cotas PIS/Pasep está sob responsabilidade da Caixa.

As cotas PIS/Pasep não devem ser confundidas com o abono salarial. A primeira é um dinheiro que foi disponibilizado para um grupo específico de pessoas e que está parado há anos. Já o abono é um repasse anual para os trabalhadores que cumprem as regras previstas em lei.

Consulta às cotas PIS/Pasep: como fazer

A consulta das cotas PIS/Pasep pode ser feita pelo aplicativo do FGTS (Android e iOS). Veja como fazer:

  • Abra o app;
  • Informe seu CPF e a senha;
  • Na tela inicial, haverá uma mensagem com os dizeres “Você possui saque disponível”;
  • Clique nela;
  • Em seguida, clique em “Solicitar o saque do PIS/Pasep”;
  • Confira seus dados pessoais;
  • Por fim, confirme o saque.

Pronto, o dinheiro será liberado na conta indicada pelo trabalhador, no momento da solicitação do saque do PIS/Pasep. Por isso, verifique seus dados de forma minuciosa.

Com o cartão cidadão, o interessado pode sacar o limite de R$ 3 mil em terminais de autoatendimento da Caixa ou mesmos nas Casa Lotéricas. Vale lembrar que quem receber valores acima de R$ 3 mil deverá sacar de forma parcelada ou transferir o dinheiro para outro banco.

Ao escolher outra conta bancária para o saque do PIS/Pasep, o interessado poderá sacar os valores conforme as regras da instituição financeira escolhida. Por fim, é importante ressaltar que, se o trabalhador, dono da cota PIS/Pasep, tiver falecido, o herdeiro legal poderá realizar os trâmites do saque.

Leia também


você pode gostar também

É aposentado e ainda trabalha? Você poderá sacar o FGTS mensalmente

As regras do FGTS autorizam pessoas aposentadas que continuam trabalhando a sacar o FGTS mensalmente em situação específica.

Caixa LIBERA saques de até R$ 6,2 MIL; veja quem tem direito em 2022

O saque calamidade é disponibilizado aos trabalhadores que tenham suas residências atingidas por desastres naturais.

Auxílio Gás já tem VALOR previsto para outubro; veja estimativa

O Auxílio Gás varia conforme o preço médio do botijão de gás de cozinha muda no mercado. O repasse de outubro já tem datas e valor previsto.

Calendário INSS: nova rodada de R$ 1,2 MIL é liberada HOJE; veja quem recebe

A partir desta terça-feira, uma nova rodada de R$ 1,2 mil do calendário INSS é liberada para os beneficiários que recebem até um salário mínimo e estão em dia com o instituto.

Empréstimo Auxílio Brasil será liberado NESTA semana; veja regras oficiais

Portaria regulamenta o empréstimo consignado do Auxílio Brasil, com número máximo de parcelas em 24 e taxa de juros de até 3,5% ao mês.

Seu benefício do INSS pode ser CORTADO em 2022? Veja regras do pente-fino

Algumas pessoas devem ser convocadas a passar por um novo pente-fino do INSS que irá verificar quem ainda tem direito ao benefício.