Auxílio emergencial retroativo é pago para pais solteiros em junho; entenda

Os pagamentos retroativos contemplam os pais solteiros e chefes de família que não receberam as quantias proporcionais às mães solteiras e chefes de família durante 2020.

Em 2021 houve o encerramento do Auxílio Emergencial destinado às famílias de baixa renda durante as primeiras fases da pandemia de COVID-19 no país. No entanto, alguns públicos ainda estão recebendo o benefício este ano, com pagamentos que somam até R$ 3 mil.

Segundo o Ministério da Cidadania, os pais solteiros que são chefes de família estão recebendo os retroativos, com resguardo do Projeto de Lei 14.171/2021. Em resumo, o Congresso Nacional reconheceu que houve um desequilíbrio nos seis primeiros meses de pagamento do benefício, pois as mães solteiras e chefes de famílias recebiam o dobro dos valores previstos.

Entretanto, a quantidade não foi estendida aos pais solteiros e chefes de família, de modo que agora haja uma compensação. Sobretudo, o projeto de lei pretende corrigir essa situação ao estabelecer o pagamento das quantias devidas do benefício.

No entanto, somente serão contemplados aqueles que estavam inscritos no programa em 2020, atendendo aos critérios de renda e público.

Como está acontecendo o pagamento do auxílio retroativo?

Em primeiro lugar, os pagamentos do auxílio retroativo estão sendo realizados para os pais solteiros e chefes de famílias que comprovem a ausência de cônjuge ou companheira, e também que criem pelo menos um filho com idade inferior a 18 anos.

Além disso, essas parcelas do Auxílio Emergencial não contemplam novas inscrições, pois referem-se a valores do período entre abril e agosto de 2020.

Para consultar se há parcelas devidas, os beneficiários devem acessar o site do Auxílio Emergencial. Até o momento, o Ministério da Cidadania não divulgou um calendário para o pagamento retroativo em junho, mas pode-se consultar as parcelas a partir da apresentação de dados pessoais, como nome completo, CPF e data de nascimento.

Os pagamentos serão organizados de acordo com a quantia de parcelas recebidas em 2020, pois assim é possível calcular o valor devido para os pais solteiros chefes de família e igualar as quantidades. Sendo assim, o esquema divulgado é o seguinte:

Número de parcelas recebidas em 2020Valor do pagamento
Cinco parcelas de R$ 600R$ 3 mil
Quatro parcelas de R$ 600R$ 2,4 mil
Três parcelas de R$ 600R$ 1,8 mil
Duas parcelas de R$ 600R$ 1,2 mil
Uma parcela de R$ 600R$ 600

Expectativas do reajuste

De acordo com informações da Caixa Econômica Federal, a previsão é que cerca de 823,4 mil pais solteiros e chefes de família sejam atendidos pelo pagamento retroativo. Acima de tudo, os novos valores serão creditados automaticamente para esse público por meio de parcelas únicas até completar o valor previsto.

Neste caso, o depósito será realizado nas contas corrente ou conta poupança da Caixa, onde foram realizados os depósitos das parcelas recebidas do Auxílio Emergencial durante o período ativo do benefício.

Leia também

você pode gostar também