Saiba consultar auxílio emergencial retroativo de R$ 3 mil pelo CPF

Auxílio emergencial libera até 5 novas parcelas para grupo de beneficiários. Veja como fazer a consulta e conferir se tem direito.

O Governo Federal vai disponibilizar auxílio emergencial retroativo de R$ 3 mil para determinado grupo de beneficiários. Lembrando que o programa foi lançado em 2020, no início da pandemia, e os repasses gerais foram finalizados formalmente no ano de 2021. Saiba fazer a consulta pelo CPF e confira se tem direito ao retroativo.

Leia também

Os repasses do auxílio emergencial aconteceram no auge da pandemia, quando o comércio ficou fechado e muitos cidadãos acabaram perderam os seus empregos. Dessa maneira, foram pagas cinco parcelas de R$ 600 e quatro de R$ 300 no primeiro ano. Em 2021, os valores dos depósitos variavam de acordo com a situação dos beneficiários.

Auxílio emergencial retroativo de até R$ 3 mil: quem tem direito?

De acordo com o Ministério da Cidadania, pais solteiros chefes de família podem acessar o auxílio emergencial de até R$ 3 mil. A solicitação deve ser realizada em razão da aprovação do Projeto de Lei (PL) 14.171/21.

O Congresso Nacional entendeu que houve desigualdade nos seis primeiros pagamentos do auxílio emergencial. No começo da pandemia, enquanto a população geral recebia parcelas de R$ 600, mães solteiras chefes de família recebiam o dobro (R$ 1.200).

Esse mesmo direito, entretanto, não foi estendido aos pais solteiros chefes de família. Dessa forma, para evitar futuros problemas judiciais, ficou decidido que o governo federal deveria fazer até cinco pagamentos de R$ 600 (totalizando R$ 3 mil) para o grupo de beneficiários. O valor varia segundo o caso do cidadão:

  • Pais solteiros que receberam cinco parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 3.000;
  • Pais solteiros que receberam quatro parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 2.400;
  • Pais solteiros que receberam três parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 1.800;
  • Pais solteiros que receberam duas parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 1.200;
  • Pais solteiros que receberam uma parcela de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 600.

Consulta do auxílio emergencial retroativo pelo CPF

O sistema para conferir se preenche os critérios do programa continua o mesmo usado em 2020. Assim, os interessados devem:

  1. Fazer uma consulta no site do Ministério da Economia;
  2. Em seguida, informe os dados pessoais, como CPF, nome completo, nome da mãe ou marcar caixa de “mãe desconhecida” e data de nascimento;
  3. Para finalizar, clique em “Enviar”.

Logo após carregamento da página, será possível conferir todas as informações sobre o auxílio, inclusive se está entre os que receberam a parcela extra ou não. É importante ressaltar que os novos pagamentos não consideram as parcelas de R$ 300 em 2020, nem a extensão realizada em 2021.

Leia também


você pode gostar também

Aposentados podem se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS?

A crise econômica está forçando os aposentados a consultarem a possibilidade de se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS, mas existem regras sobre isso na legislação previdenciária.

Auxílio Brasil: veja quem tem prioridade para ser aprovado no programa

Os inscritos no Auxílio Brasil devem aguardar os procedimentos do Ministério da Cidadania para receber os pagamentos, mas existe um público que tem prioridade para ser aprovado no programa.

Auxílio Brasil terá calendário diferente em dezembro; entenda

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que atende as famílias vulneráveis. Confira calendário de dezembro e o valor das parcelas.

Bolada do INSS de até R$ 72,7 mil: saiba consultar se você tem dinheiro a receber

Beneficiários do INSS que ganharam ações podem ter valores a receber. O dinheiro será pago a mais de 100 mil segurados do instituto.

Auxílio Moradia em São Paulo: confira regras e quem tem direito

Confira abaixo detalhes sobre o Auxílio Moradia, programa disponível no estado de São Paulo, e entenda quais famílias podem ter direito ao benefício.

Calendário Saque FGTS 2023: veja todas as datas previstas para ano que vem

O calendário FGTS 2023 vai contar com 12 saques na modalidade aniversário. Essa é optativa e deve ser solicitada até o mês de resgate.