CadÚnico: o que é necessário para fazer inscrição no Cadastro Único?

Por meio do CadÚnico as famílias podem garantir benefícios municipais, estaduais ou federais. Veja como realizar sua inscrição.

O Cadastro Único do Governo Federal, também chamado CadÚnico, é uma base de dados onde estão reunidas informações essenciais das famílias em situação de baixa renda pelo país. A partir desse registro, pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica podem ter acesso a vários programas. Veja, a seguir, o que é necessário para fazer inscrição no CadÚnico.

É importante destacar que, por meio dessa base de dados, o governo consegue mapear a população e implementar políticas públicas a níveis nacional, estadual e municipal. Assim, o registro CadÚnico é apenas o ponto de partida para a distribuição de auxílios.

Inscrição no CadÚnico: o que é necessário?

Para fazer a inscrição do Cadastro Único, a família precisa ter um Responsável Familiar (RF), com idade mínima de 16 anos. Conforme as regras, o ideal é que essa pessoa responsável seja uma mulher. Ela deve se certificar de que está nos requisitos exigidos pelo CadÚnico:

  • Renda familiar com até meio salário mínimo (R$ 606 atualmente) por pessoa; ou
  • Renda familiar de até três salários mínimos, que atualmente somam R$ 3.636.

Depois, o responsável precisa procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da sua cidade para solicitar o registro. Nesse posto de atendimento, o responsável deve apresentar:

  • O seu documento com CPF ou Título de Eleitor;
  • Pelo menos um documento de identificação de cada componente da família (Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CPF, Carteira de Identidade, Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena, Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor);
  • Comprovante de endereço (esse item não é obrigatório).

Veja os benefícios que utilizam o CadÚnico

O CadÚnico pode ser porta de entrada para diferentes benefícios, mas não garante acesso imediato a eles. Assim, a família também precisa cumprir todos os requisitos do programa desejado para poder receber o direito. Por meio desse registro é possível obter:

Além disso, programas estaduais e municipais também costumam utilizar o CadÚnico como critério para pagamento de benefícios.

Leia também

você pode gostar também

Calendário do INSS: aposentadoria é depositada para mais um grupo

Nesta sexta-feira, o INSS também paga o benefício a pensionistas e a trabalhadores que recebem o auxílio-doença; veja o calendário de janeiro.

Como saber quanto vou receber de Abono PIS/Pasep? Saiba calcular

Com a chegada de 2023, muitos trabalhadores passam a aguardar pela liberação dos valores do abono PIS/Pasep. Saber quanto irá receber é essencial para se organizar durante os envios.

Desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito

Projeto de Lei está tramitando na Câmara dos Deputados. Caso seja aprovado, população de baixa renda e desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito.

CadÚnico dá direito à isenção em concurso público? Entenda as regras

Pagar a taxa de inscrição para participar de concursos públicos pode desestruturar as finanças de muitas pessoas; veja se o cadastro no banco de dados do governo ajuda.

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.