Consulta ao CadÚnico pode ser feita pela internet; veja como funciona

O governo federal oferece a opção de consultar o CadÚnico pela internet. Atualização é fundamental para alguns programas.

O Cadastro Único (CadÚnico) oferece diversos programas sociais aos seus inscritos. Sendo assim, é importante saber se o registro continua ativo ou se há algum problema.

Programas como o Auxílio Gás, que paga R$ 52 a cada dois meses, exige que a pessoa mantenha o CadÚnico atualizado. Sendo assim, é fundamental verificar a sua situação.

Como consultar o CadÚnico na internet

É possível fazer a consulta pela internet de duas formas diferentes. A primeira é por meio do site do CadÚnico. Lá, será necessário e informar o CPF e a senha.

Outra opção online é via aplicativo Meu CadÚnico (disponível para Android e iOS). Após baixar o app, basta que o interessado faça o login com o CPF e a senha.

Em ambos os casos, é recomendado que o indivíduo tenha uma conta no gov.br. Caso não possua, existe a opção de se criar uma nova gratuitamente. Será necessário informar os dados pessoais para que o sistema do governo.

Se você não tem internet, não tem problema. Ainda é possível fazer a consulta por meio do telefone. Ligue para o número 0800 707 2003 (central da Caixa Econômica Federal).

Salário mínimo alterou requisitos do CadÚnico 2022

Como o salário mínimo foi reajustado para R$ 1.212,00, os requisitos do CadÚnico mudaram para o ano de 2022. Portanto, saiba quem pode se inscrever no CadÚnico:

  • Famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 606);
  • Famílias que tenham renda total mensal de até três salários mínimos (R$ 3.636);
  • Pessoas com renda maior que três salários mínimos (R$ 3.636), desde que dento de casos previstos em lei.

Como se inscrever no CadÚnico?

O registro deve ser feito em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Ao chegar lá, será necessário que o interessado apresente seu CPF ou Título de Eleitor. Além disso, será exigido algum documento dos familiares. Veja quais são aceitos:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (casos específicos).

Leia também

você pode gostar também