Auxílio Brasil terá 10 saques neste mês com valor mínimo de R$ 400

Mais três milhões de famílias começam a receber o Auxílio Brasil em janeiro. Os saques do benefício deverão ser feitos pelo cartão do programa.

A primeira rodada do Auxílio Brasil em 2022 começa a ser depositada na próxima semana. O benefício contará com 10 datas de pagamento, escalonando os beneficiários de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Outra novidade é que, como prometido pelo governo, três milhões de famílias foram incluídas no programa.

Neste ano, o público atendido sobe para 17,5 milhões de famílias. Com esse aumento, a fila de espera dos cadastrados no CadÚnico que tinham direito ao benefício foi zerada. Os novos beneficiários já estão recebendo as notificações de inclusão, bem como orientações sobre o cartão do programa.

“O Auxílio Brasil é um divisor de águas nas políticas públicas de transferência de renda, ao promover o desenvolvimento infantil e juvenil, com suporte a gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes e ofertar ferramentas para valorizar os jovens e inserir os adultos no mercado”, afirmou o ministro da Cidadania, João Roma.

Calendário do Auxílio Brasil: primeira rodada

Cada núcleo familiar contará com parcela mínima de R$ 400, sendo esse o valor do repasse geral, sem contar com os auxílios complementares. De acordo com o governo federal, o investimento do Auxílio Brasil neste mês já ultrapassa os R$ 7,1 bilhões. Veja as datas de transferência:

  • NIS final 1: 18 de janeiro de 2022;
  • NIS final 2: 19 de janeiro de 2022;
  • NIS final 3: 20 de janeiro de 2022;
  • NIS final 4: 21 de janeiro de 2022;
  • NIS final 5: 24 de janeiro de 2022;
  • NIS final 6: 25 de janeiro de 2022;
  • NIS final 7: 26 de janeiro de 2022;
  • NIS final 8: 27 de janeiro de 2022;
  • NIS final 9: 28 de janeiro de 2022;
  • NIS final 0: 31 de janeiro de 2022.

Pagamento será feito pelo cartão do programa

Quem já recebia o Bolsa Família, continua utilizando o mesmo cartão. Os novos incluídos receberão o Cartão Auxílio Brasil, que é gerado automaticamente no nome do responsável familiar. Ambos permitem que os beneficiários realizem saques integrais ou parciais dos valores depositados.

A retirada em espécie fica disponível por 120 dias a partir do recebimento do dinheiro. As transferências, como vêm acontecendo desde o ano passado, são feitas diretamente nas contas digitais do Caixa Tem. Essas são abertas pelo próprio governo para as famílias participantes. Sendo assim, pela plataforma, será possível:

  • Verificar extrato e datas de depósito;
  • Pagar contas e boletos;
  • Realizar operações bancárias.

Os inscritos também poderão consultar as parcelas do Auxílio Brasil e as respectivas informações acerca do benefício pelo app oficial do programa (Android e iOS). Esse é uma atualização do aplicativo do extinto Bolsa Família.

Leia também

você pode gostar também