Auxílio Brasil será pago para quem não faz parte do Bolsa Família? Descubra aqui

Conforme o governo federal, quem ainda não faz parte do Bolsa Família poderá receber as parcelas do Auxílio Brasil. Saiba mais.

Os pagamentos da primeira rodada do Auxílio Brasil já foram concluídos. Quem era inscrito no extinto Bolsa Família recebeu os valores correspondentes. Mas e os demais cidadãos que fazem parte do CadÚnico, atendem aos requisitos do Auxílio Brasil e aguardam na fila de espera? Eles vão receber as parcelas do novo programa?

Vale salientar que o Auxílio Brasil foi divulgado, de maneira oficial, no mês de outubro de 2021. A apresentação foi feita pelo ministro da Cidadania, João Roma. Com base no gestor da pasta, os repasses teriam um acréscimo de 20% em relação ao Bolsa Família – pelo menos neste primeiro momento.

A mudança para o valor médio de R$ 400, por outro lado, segue sendo uma incógnita. Até porque o governo federal ainda aguarda a aprovação da PEC dos Precatórios, que abre margem para o orçamento integral do Auxílio Brasil. A Proposta de Emenda da Constituição ainda deverá passar pelo plenário do Senado antes da sanção.

Auxílio Brasil para quem não faz parte do Bolsa Família

Conforme o governo federal, quem ainda não faz parte do Bolsa Família poderá receber as parcelas do Auxílio Brasil. No entanto, será necessário que a pessoa esteja vinculada ao Cadastro Único (CadÚnico), atendendo aos requisitos de renda que estão relacionados ao novo programa.

Ou seja, renda per capita de até R$ 200 (situação de pobreza) ou R$ 100 (extrema pobreza). A inclusão dos novos benefícios, conforme já mencionado, ainda depende da aprovação da PEC dos Precatórios. No entanto, a possibilidade foi levantada pela própria equipe do governo federal.

A inscrição no Auxílio Brasil ocorre de maneira automática, ou seja, não é preciso que o interessado solicite as parcelas. De qualquer maneira, com os pagamentos do Auxílio Brasil limitados aos integrantes do Bolsa Família e do CadÚnico, muitos brasileiros ficarão de fora.

Das pessoas que foram contempladas pelo auxílio emergencial, 22 milhões de beneficiários ficarão sem o Auxílio Brasil. Por enquanto, o governo não anunciou outros repasses para esse grupo de pessoas.

Calendário Auxílio Brasil de dezembro

O governo federal também já anunciou os pagamentos da segunda rodada do Auxílio Brasil. Os repasses começam no dia 10 de dezembro de 2021 e seguem o dígito final do Número de Identificação Social. Por enquanto, o cronograma do Auxílio Brasil será o mesmo do extinto Bolsa Família. Confira:

  • 10 de dezembro de 2021: NIS final 1;
  • 13 de dezembro de 2021: NIS final 2;
  • 14 de dezembro de 2021: NIS final 3;
  • 15 de dezembro de 2021: NIS final 4;
  • 16 de dezembro de 2021: NIS final 5;
  • 17 de dezembro de 2021: NIS final 6;
  • 20 de dezembro de 2021: NIS final 7;
  • 21 de dezembro de 2021: NIS final 8;
  • 22 de dezembro de 2021: NIS final 9;
  • 23 de dezembro de 2021: NIS final 0.

Leia também

você pode gostar também