INSS paga hoje benefícios para novos grupos; veja calendário

Dígito final do Número de Identificação Social (NIS) é utilizado como critério para os pagamentos do calendário do INSS.

Nesta quarta-feira (03/11), novos grupos são contemplados pelo calendário do INSS. Os repasses são de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Portanto, quem possui o NIS final 7 e que ganha até um salário mínimo (R$ 1.100,00) receberá. Além disso, pessoas que ganham mais de R$ 1.100,00 e têm o NIS com final 2 ou 7 também obterão o dinheiro.

O calendário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é dividido em dois cronogramas. O primeiro é para aposentados e pensionistas que recebem até R$ 1.100,00 (um salário mínimo). O outro é para quem ganha acima de um salário mínimo (mais de R$ 1.100,00).

Calendário INSS: repasses de até R$ 1.100,00

Confira o cronograma de pagamentos do calendário do INSS para aposentados e pensionistas que ganham até um salário mínimo (R$ 1.100,00):

  • NIS final 1: 25/10;
  • NIS final 2: 26/10;
  • NIS final 3: 27/10;
  • NIS final 4: 28/10;
  • NIS final 5: 29/10;
  • NIS final 6: 01/11;
  • NIS final 7: 03/11;
  • NIS final 8: 04/11;
  • NIS final 9: 05/11;
  • NIS final 0: 08/11.

Calendário INSS: pagamentos acima de R$ 1.100,00

Por fim, o cronograma para beneficiários que recebem mais que R$ 1.100,00 (acima um salário mínimo):

  • NIS finais 1 e 6: 01/11;
  • NIS finais 2 e 7: 03/11;
  • NIS finais 3 e 8: 04/11;
  • NIS finais 4 e 9: 05/11;
  • NIS finais 5 e 0: 08/11.

Como consultar os pagamentos do INSS

O INSS vem sofrendo com uma fila de pedidos sem resposta. As solicitações estão paradas pela falta de servidores públicos. Estima-se que o déficit no instituto seja de cerca de 23 mil pessoas. Um novo concurso foi solicitado, mas ainda não há resposta oficial do governo. Enquanto isso, aproximadamente de 35 milhões de segurados dependem do instituto.

Ao mesmo tempo, há uma tentativa de se popularizar os meios digitais por meio do aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS). Lá, o beneficiário pode consultar os pagamentos do INSS de forma gratuita, tirar dúvidas e até mesmo realizar agendamentos.

Leia também

você pode gostar também